Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHA ESCOLA MINHA HISTÓRIA

Em 98 iniciou-se uma escola nova
Perto da nossa antiga maternidade
Na construção tiramos uma prova
A escola seria de grande oportunidade.

Não podemos esquecer da construção
Foi muito difícil de cavar até o chão
Os serventes sentiram isso nas mãos
E os pedreiros ajudaram os irmãos.

Para contar uma história verdadeira
É importante respeitar a nossa raiz
Os trabalhadores honraram a bandeira
Levantamos a escola juntos eu fiz.

Vamos citar o nome dos cidadãos
Bigode, Manoel Ferreira, Geraldão
Esses já se foram meu caros irmãos
Mais deixaram sua marca na educação.

Genilson era o construtor engenheiro
Na época um vereador pensou ligeiro
O parlamentar Francisco bezerra câmara
Tratou logo a matéria na pauta da câmara.

Citando o nome do patrono escolar
Um padre muito sábio que sabia educar
Pelo o fato de ser uma referência municipal
Valorizava o aluno com sua ordem e a moral.

Registram a escola cônego Antônio antas
Com o objetivo de fazer história
Em homenagem a toda família antas
Pedro Avelino vive esta trajetória.

Em 99 é chamada uma professora
Para assumir a escola como gestora
Sendo Telma costa a primeira diretora
Como também a primeira mulher coautora.

99 foi bi chegou mais um diretor novato
Acreditando na escola e nos fatos
Ronivaldo Ferreira da silva se colocou
Nesta escola também nos ajudou.

O prefeito do momento marcos Tassino
Assinou o decreto a favor do ensino
Dando a oportunidade a Pedro Avelino
De fortalecer a educação com seu destino.



Em 2001 chegou o nosso EJA sonhador
Uma educação que desfia o professor
Mas iniciamos o ensino com pré escola
Sem esquecer o futuro que teria a escola.

A instituição passa por dez diretores
E até hoje continuam sendo professores
Quero pedir licença a todos com amor
Para homenagear a nossa tica flor.

Levantou a bandeira com muita precisão
Pois aquele momento era de afirmação
Fortaleceu a educação de jovens e adulto
Isso foi histórico no mais absoluto.

Sim todos deram a sua grande contribuição
Muito importante no passado sem discussão
Hoje vivemos em outros tempos moderno
Mais o aluno não pode esquecer do caderno.

Finalizamos aqui a conversa de diretores
Citamos cada um deles os autores
Aplaudindo e respeitando com fervor
Desde Telma até a nossa tica flor


Telma, Ronivaldo, tica flor, e Manoel Julião
Esses deram o início e sua colaboração
Gorete patrícia Paulo José e João Maria
Débora Raimunda Nunes mulheres de  filosofia.

A escola funciona dois turnos escolar
Matutino e noturno bom de estudar
A nossa clientela é urbana e rural
Mostra uma força de grande potencial.

Ao longo da história valoriza a identidade
Respeitando o aluno com muita simplicidade
Tendo esse aluno como o foco da educação
Respeitando o que diz a nossa constituição.

Hoje a escola continua com a transição
Com diretoria e também coordenação
Valorizando todos os profissionais
A escola defende os grandes intelectuais.

Assim agradecemos a todos os participantes
Desde os da construção até aos estudantes
Obrigado secretaria municipal de educação
Por contar esta história com muita precisão.
       Autor: Mário Sérgio da silva/Pedro Avelino 22/08/2019

poeta do meu sertão
Enviado por poeta do meu sertão em 08/10/2019
Código do texto: T6764188
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
poeta do meu sertão
Pedro Avelino - Rio Grande do Norte - Brasil, 41 anos
20 textos (292 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/19 01:14)
poeta do meu sertão