Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MEU TEMPO DE MENINO

Um vendedor de cordel
Cantando bem animado
Dudu de coco queimado
Caldo de cana e pastel
Na barraca de seu Del
Eu tomava um cappuccino
Lá na venda de seu Dino
Meu pai mandava eu comprar
ISSO TUDO FAZ LEMBRAR
O MEU TEMPO DE MENINO.

Ir à praia com a família
Em riba dum caminhão
Tomar suco de limão
Pro santo, fazer vigília
Ver o Visconde, a Emília
Ver o craque Rivelino
Ver o festejo junino
Na rua poder brincar
ISSO TUDO FAZ LEMBRAR
O MEU TEMPO DE MENINO.

Um "ceguim" pedindo esmola
Histórias de assombração
Causos de bicho papão
Contados por minha tia
A vaca velha mugia
Na Fazenda Zeferino
Onde o vaqueiro Rufino
O seu leite ia tirar
ISSO TUDO FAZ LEMBRAR
O MEU TEMPO DE MENINO.

Comer coiaba no pé
Brincar de espionagem
Tomar banho de barragem
Comer coco catolé
Mamãe pilando o café
Que tinha um sabor divino
O munguzá de Sabino
Era bom saborear
ISSO TUDO FAZ LEMBRAR
O MEU TEMPO DE MENINO.

Jogar chimbra e pião
Brincar de esconde-esconde
Fugir para a casa grande
Comer doce de mamão
Pegar "passo" em alçapão
Ir pro forró de Juvino
Era esse o meu destino
Jogar bola até cansar
ISSO TUDO FAZ LEMBRAR
O MEU TEMPO DE MENINO.

Brincava de travessinha
De soltar pipa e balão
Era grande a diversão
Das crianças no terreiro
Correr pra chegar primeiro
Num espaço sem destino
Brincar com o sol a pino
Vendo mamãe reclamar
ISSO TUDO FAZ LEMBRAR
O MEU TEMPO DE MENINO.
Carlinhos Cordel
Enviado por Carlinhos Cordel em 04/10/2019
Código do texto: T6761414
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlinhos Cordel
Cupira - Pernambuco - Brasil
275 textos (393783 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/19 13:41)
Carlinhos Cordel