Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Brasil

Meu Brasil tinha palmeiras
Pinho, Ipê, Jacarandá ...
Tantos rios e cachoeiras!
Índios podiam nadar.

O nosso céu era azul
Límpido, igual água do mar
Nosso cruzeiro do sul
Dava gosto de olhar.

Nas matas tanto verdor!
Ar puro pra respirar
Na terra cheiro de flor
Índios podiam dançar.

E a chuva vinha alegrar
Encher de flores os campos
Dar vigor aos rios e mares
E alimentar seus encantos.

As aves em sintonia
Em bandos de cores mil
Cantavam com alegria
Embelezando o Brasil.

Mas homens brancos chegaram
Trouxeram foice, facão
Muitos rios já secaram
As árvores foram ao chão.

Com tamanha covardia
Inventaram a escravidão.
Que até os nossos dias
Há marcas no coração.

Índios foram dizimados.
Tiraram-lhes o chão, o alimento
A vida, que era saudável
Se transformou em tormento.

Podaram sua cultura
O mais nobre que havia
Tentaram escravizá-los
Com tamanha tirania.

Nosso Cruzeiro do Sul
Está todo desbotado
Hoje é cinza, o que era azul
Fumaça pra todo lado.

Nossa água em escassez
Animais em extinção
Isso foi tudo o que fez
A tal civilização.

Só se vê corrupção
Reinando em todo lugar
Até mesmo a educação
Tá deixando a desejar.

Nosso povo tão sofrido
Já não sabe o que fazer
Neste Brasil tão querido
Tá difícil de viver.


Ana da Silva
Enviado por Ana da Silva em 11/09/2019
Código do texto: T6742588
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana da Silva
Seabra - Bahia - Brasil, 58 anos
32 textos (340 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/09/19 13:33)
Ana da Silva