Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ícaro


Planando ao teu redor
Só querendo o teu querer
Eu baterei minhas asas
Rente ao sol do teu ser
Não me aflijo de cair
Com asas a derreter

A quilômetros suspensa
Radiante estrela viva
Me esquecendo da aparência
Não me lembro da fadiga
De viver sempre tentando
Pois tua essência convida

O calor que vem e me aquece
É o mesmo que me afasta
Fecho os olhos, numa prece
Pra que ofusque tua falta
Pois teu quente brilho inerte
Ao chão, sempre me arrasta

No martírio de não ser
Uma ave solta a voar
Pra planar livre, sem medo
De logo mais despencar,
Só pra chegar de mansinho
E em tua pele pousar

Querendo banhar minha alma
Mergulhando no teu brilho
Vago na imensidão azul
Sentindo-me um andarilho
Condenado a prantear
E a ausência, é meu castigo

Esqueço-me dos conselhos
Não tendo nem um receio
Me lançando em teu calor
Só pra aquecer o meu peito
Mesmo sabendo que o mar
De morte será meu leito.
Ednaldo Rodrigues
Enviado por Ednaldo Rodrigues em 21/08/2019
Código do texto: T6725950
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ednaldo Rodrigues
Blumenau - Santa Catarina - Brasil, 28 anos
15 textos (295 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/09/19 17:17)
Ednaldo Rodrigues