Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TÔ VIVENDO NOITE E DIA NOS BRAÇOS DA SOLIDÃO

TÔ VIVENDO NOITE E DIA
NOS BRAÇOS DA SOLIDÃO


Quanta dor quanta saudade
Tenho passado sozinho
Tô igual ao passarinho
Que perdeu a liberdade
A tristeza me invade
Perfura meu coração
Ando só na contramão
Perdido na rodovia
TÔ VIVENDO NOITE E DIA
NOS BRAÇOS DA SOLIDÃO

Tô buscando livramento
Mas não encontro remédio
Vou morrer com esse tédio
É profundo o ferimento
Vivo sem contentamento
Meu viver é sempre em vão
Ela não tem compaixão
De saudade me judia
TÔ VIVENDO NOITE E DIA
NOS BRAÇOS DA SOLIDÃO

Minha vida é um porre
Nada mais me faz sentido
Tanto que já fui querido
Hoje ninguém me socorre
Essa dor também não morre
Mas me mata em lentidão
Me causando depressão
Tristeza e agonia
TÔ VIVENDO NOITE E DIA
NOS BRAÇOS DA SOLIDÃO

Só quem já sofreu de amor
Poderá me entender
Também vai compreender
O meu peito sofredor
Pra curar não tem Doutor
Que tenha medicação
Pois a única solução
É dizer em poesia
TÔ VIVENDO NOITE E DIA
NOS BRAÇOS DA SOLIDÃO

Diosmam Avelino-14/07/2019
DIOSMAM AVELINO
Enviado por DIOSMAM AVELINO em 14/07/2019
Código do texto: T6695965
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DIOSMAM AVELINO
Arcoverde - Pernambuco - Brasil, 41 anos
75 textos (2475 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/19 10:26)
DIOSMAM AVELINO