Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

No dez de galope a beira do mar

Na poesia eu sou um menino
essa verdade eu não posso negar
e com os meus versos posso viajar
pra qualquer lugar, pra qualquer destino
contente, versando, eu me animo
não deixo a tristeza vir me pegar
acaso vier, não vai me encontrar
pois eu escapo de modo ligeiro
sigo glosando de modo faceiro
no dez de galope a beira do mar
Agostinho Jales
Enviado por Agostinho Jales em 21/05/2019
Código do texto: T6652662
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Agostinho Jales
Guara I - Distrito Federal - Brasil, 41 anos
39 textos (778 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/19 11:29)
Agostinho Jales