Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANTAR DE POETA

Todo chão é montanha pisada,
toda água é nuvem caída
toda areia é pedra moída
todo fogo é coisa queimada.
Tudo que vive, torna-se nada.
E o não tem como poder evitar
se é sólido, desmancha no ar
e nesse ciclo segue-se a vida
a porta de entrada e a de saída
ambas estão no mesmo lugar.

Por isso o poeta
que canta beleza
também a tristeza
por dentro lhe afeta.
E nada lhe aquieta
porque tudo é doído
ou é sem sentido
ou sentido demais
e o poeta só faz
quando já foi perdido.
Tiago da Silva
Enviado por Tiago da Silva em 23/05/2018
Código do texto: T6344960
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tiago da Silva
Afogados da Ingazeira - Pernambuco - Brasil, 28 anos
451 textos (11337 leituras)
3 áudios (296 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/09/19 04:26)
Tiago da Silva