Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cordel Malvado....

Eita sujeito porreta,
disse que vinha e não veio,
até me abestalhou,
pois nem recado mandou...
A casa toda enfeitada,
de flores perfumada.
Eu, de vestido vermelho,
de decote e de fenda,
uma calcinha de renda,
me olhando no espelho,
vendo você cair de joelho.
O vinho no ponto certo,
para você ficar esperto,
o queijo todo cortado,
um sorvete bem gelado,
tudo limpo, tudo lindo,
até o tapete Bem-vindo,
já estava esticado,
mas o bandido o malvado,
nem me mandou um recado,
apenas não apareceu, se ecafedeu...
veio então noite escura,
sozinha eu fiz minha jura,
sentada na beira da cama,
a Ave Maria eu rezei,
e o cão bandido, safado,
para os quinto do inferno,
com rabo e chifre eu mandei,
Me amo gosto de mim,
Xô coisa ruim...........



April
Enviado por April em 28/07/2017
Reeditado em 28/07/2017
Código do texto: T6067169
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
April
São José dos Campos - São Paulo - Brasil, 69 anos
2228 textos (27895 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/19 12:54)
April