Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOCÊS NUNCA VÃO ESTAR CONTENTE

Éh !, eu sei.  Nunca estarás contente.
Por mais que possa dizer
Que eu faça ou fiz por você,
Nunca estará contente.

Se você estivesse as 24 horas do dia comigo
O seu modo de viver e pensar seria diferente.
Apenas vivendo comigo.
Não precisaria eu falar de outa gente.

Agora imagina!, se todo dia eu apenas descobrisse
Uma pequena coisa para você?!
Durante um ano e 11 meses, como,
Você não estaria pensando hoje!.

Mas isto só eu sei e não me importa
O que você acha hoje.
Se um dia você puder parar e pensar,
Talvez você descobrirá a causa desse mau.

Hoje você ainda é criança,
Influenciada na ma sua maneira de pensar e agir
Não pode nem viajar de ônibus
E nem sabe que seu pai passou fome.

Trabalhei desde os sete anos de idade
Não bebi, nem joguei, não joguei dinheiro fora
Sempre pensei no futuro daqueles
Que um dia poderia estar junto de mim.

Para dar-te uma vida melhor, trabalhei,
De sol a sol, e estudei de noite
Quando tinha o que comer comi
Quando não tinha, passei fome.

Comi melancia e chupei manga
Muitas vezes para matar a fome,
Mandioca é o que não faltava.
Tempos, assim, nos alimentava.

Mas isto não foi motivo para eu
Parar de pensar no meu objetivo
Trabalhei, estudei e passei fome
A muito custo me tornei homem.

Tive a viva esperança de ser feliz
Casei, e fiz o que pude,
Pragas e malefícios foram
Muitos das quais me desejaram.

Tenho falado muito e
Conversado muito,
Mas vejo que não devo ser insistente,
Você nunca estará contente.

Éh ! para frente nós vamos
Talvez seja tarde quando você
Vier descobrir entre a verdade e
A mentira que a ti pertence.

Olhe para as nossas famílias
Uma multidão de crente,
Firmes, unidos e decentes
Mas você nunca estará contente

A verdade passa por mentira e
O certo passa por errado
Enquanto a verdade sofre
A mentira vai a forra

Pare, pense e medita
Veja o que está acontecendo
Enquanto vocês não agirem
Nós três, ficamos sofrendo.

Eu apenas quero ajudar
Não quero deixá-las triste
Mas vejo neste instante
Que vocês acham que eu não existo.

Existir posso existir,
Esta será a sua resposta
Propondo uma carga maior
Em toda as suas propostas

Vou parar de pensar
Vou , se possível um pouco,
Mas eu estou duvidando
Isto não é o meu proposto

Éh! Filha, você já tem idade suficiente
Para não ficar pensando só de um lado
Eu preciso pensar um pouco em mim
Você está levando-me a pensar assim.

Escrito dia 22/11/2002 após telefonema
Onde a Natália questionou que não iria para
São Paulo com a Emília e seu namorado de ônibus.
Atitudes não inteligentes e inoportunas
AVALCANTARA
Enviado por AVALCANTARA em 31/01/2016
Código do texto: T5529163
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
AVALCANTARA
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
46 textos (3128 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 04:06)
AVALCANTARA