Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FLOR DO MARACUJÁ – versão caipira

A FLOR DO MARACUJÁ – versão caipira

Em homenagem a Catulo Paixão Cearense - De José João Bosco Pereira,
Para Sebastião Pereira (in memóriam).

Maracujá já foi branco!
Eu posso inté lhe aurá.
Mais alvo qui a garça,
Mais brando do que o lua!
Quando a flor amanhecia
Lá pros cunfim do sertão,
Maracujá parecia
Um ninho de argodão.
Nosso sinhô Jesuis
Foi condenado a morrer
Numa grandi cruis
Longe daqui como o quê
Pregaro Cristo a martelo,
E ao vê tanta crueza
O carpinteiro leva o madeiro
A natureza chora di tristeza
O sangue de Jesus Cristo
Sangui pisado de dô
Nus pé du maracujá
Tingia todas as flor
Eis aqui seu moço
A estoria que eu vi contá
A razão proque nasce roxa
A flor do maracujá.
J B Pereira, Em homenagem a Catulo Paixão Cearense - De José João Bosco Pereira e
Enviado por J B Pereira em 24/01/2012
Código do texto: T3458345
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J B Pereira
Piracicaba - São Paulo - Brasil
2271 textos (1223488 leituras)
14 e-livros (85 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/19 00:30)
J B Pereira