Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Baile de formatura

Baile de formatura
maria da graça almeida


No anel amarelo,
a pedra então falsa.
Franzido, singelo,
o vestido de alças...
Queria eu num elo
e em tempo da valsa,
o moço mais belo,
por força da graça.


E as moças donzelas,
as mais sensuais,
de rara beleza,
ao lado dos pais,
chamavam por ele,
o moço dourado,
o deus do lugar,
pra ser o seu par.

Meus ombros tremiam
e eu mais me agitava.
E ele gentil,
com todas dançava
e nem percebia
meu olho infantil,
colado ao seu...
Que céu sem anil,
que sina, meu Deus!

Findando a noite ,
a roupa amassada,
eu inconformada,
e a amiga me diz:
-É ele, está vindo!
Sorri! É feliz!
Chegando sozinho,
tão só por um triz
não erra o caminho!

Meu peito cansado
arfou exaurido,
então, apertado
e entristecido!

Enfim, ele chega
e falta-me o chão.
Sutil, a indagar,
segura-me as mãos:
- Disposta a dançar?

Acanhada e frágil,
não lhe respondi,
da amiga inábil,
resmungos ouvi.

O peito a pulsar,
senti-me sem ar,
descrente de mim,
não lhe disse sim.

Com a face sem cor
tentei me compor
e só fui capaz
de assim gaguejar:
- Agora, rapaz,
já nem quero mais.
- Que sorte fugaz!
- Diz isto, por quê?
- A valsa mais linda...
guardei pra você!

maria da graça almeida


maria da graça almeida
Enviado por maria da graça almeida em 19/07/2009
Código do texto: T1707595
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
maria da graça almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil
249 textos (17684 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 21:49)
maria da graça almeida