Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
IRONIA DO MEU DESTINO


Nasci em Duque de Caxias,
Na Baixada Fluminense,
O doze me foi o dia,
A cidade, ao Rio pertence.
De um certo amor eu sou fruto,
Continuando o assunto,
Minha historia vou contar.
Criei-me na zona Oeste,
Em Campo Grande Campestre,
E não tão longe do mar.

Já na minha adolescência,
A vocação literária,
Já surgia com frequência,
Causando-me até urticária.
Fiquei às vezes nervoso,
Chamaram-me de preguiçoso,
De eu não gostar de matemática.
Literatura, o meu conflito,
Só me deixavam aflito,
E ansioso na prática.

Depois do segundo grau,
E com o hábito de escrever,
Já era coisa normal,
Sem tempo querer perder.
Minhas primeiras estrofes,
Estão trancadas no cofre,
Da humilde sabedoria.
Não me acho com talento,
Mas me mantenho atento,
Isento-me de porcarias.

Os anos assim passaram,
Família e amizade,
Meus filhos eu sei que herdaram,
A busca da felicidade.
Pois vale mais que dinheiro,
Não é só o financeiro,
A paz e a tranquilidade...
Sou poeta o dia inteiro,
Não o único, nem o primeiro,
Mas minha pura verdade!




Carlos Mambucaba
Enviado por Carlos Mambucaba em 13/06/2008
Reeditado em 17/04/2009
Código do texto: T1032677
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Carlos Mambucaba
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil, 58 anos
515 textos (43214 leituras)
85 áudios (7689 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 03:14)
Carlos Mambucaba