Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desaparecida

Foram três toque na campainha e 8 batidas na porta, Sidd estava impaciente,passava a mão no cabelo e esfregava a barba com força,quando Victor seu melhor amigo finalmente abriu a bendita porta pegou Sidd batendo a cabeça levemente na parede.
- Estou interrompendo alguma coisa? Porque eu posso fechar a porta de novo se você e parede quiserem privacidade... - Disse Victor sonolento.
- Corta a brincadeira Victor que o assunto é sério. - Disse Sidd com os olhos vermelhos e desvairados entrando sem pedir licença ou permissão.
Assustado com a atitude incomum do amigo Victor puxou duas cadeiras para perto da pequena mesa na bagunça que ele chamava carinhosamente de apartamento.
- Fala então,o que houve de tão grave ? - Disse Victor sentando e olhando o amigo andar em círculos.
- A Betty sumiu cara.
- Quem ?
- A Betty...A minha esposa...A Betty.Ela sumiu,eu me virei e ela ja tinha sumido,eu procurei,virei,rodei,chamei até a polícia mas nada,ela sumiu.
- Desculpe Sidd mas...De quem você está falando ?
- Ja disse pra cortar a palhaçada Victor, isso é sério cara, minha esposa sumiu! Eu estou desesperado e ninguém me escuta,ninguém me acredita,nem me leva a sério.Quando eu liguei pra minha mãe ela teve a coragem de me dizer...A coisa mais absurda...A coisa mais descabida...Sabe o que?...Sabe?Que eu sou solteiro!Vê se pode!Ela disse que eu sou solteiro!
- Mas Sidd...Você é.
- Sou o que Victor?
- Solteiro.
- Que porra é essa que você tá falando Victor?
- De você irmão,você é solteiro...Solteiro convicto na verdade,casamento nunca foi a sua,você andou bebendo Sidd?
- Você que andou bebendo! Como assim eu sou solteiro! Você fez o brinde no meu casamento! Você me ajudou a escolher as alianças!Quase deixou a Betty louca ao sumir comigo na festa de solteiro,lembra?Fomos presos por vadiagem e passamos a noite na cadeia.
- O que?!Olha Sidd,senta,se acalma e deixa eu te falar cara,eu lembro da vadiagem,eu lembro da cadeia,lembro da bebida...Da bebida mais ou menos mas do que eu não lembro é de casamento...Você tem certeza que tá sóbrio?
- Meu deus! Que universo paralelo é esse?!Victor,eu sou casado a 5 anos! Se isso for uma brincadeira não tem graça tá,podem parar.
Sidd ja tinha os olhos rasos d'água quando sentou em outra cadeira ,ele continuava a passar a mãos no cabelo arrancando pequena mechas sem perceber.
- Ela foi...Não ela é,ela é a melhor coisa da minha vida cara.Como você não lembra,vocês se davam tão bem,na verdade ela se dava bem com todos que eu gosto...Eu só quero que ela apareça Victor,eu só quero que ela volte.Não deixou bilhete,não tivemos nenhuma briga,eu não entendo o porque,eu preciso de um por que...
- Siddney,amigo,irmão...Nós nos conhecemos desde sempre e eu estou te dizendo,você é solteiro.Nunca casou,ja teve namoros aqui e ali mas casar,você passa longe! Diz que mulheres são muito dependentes,cheias de frescuras...
- Não ela irmão...Ela não é assim,por isso mesmo casamos...Cinco anos,cinco anos de perfeita paz e então...Foi o maldito Todynho cara!! - Sidd pulou da cadeira como se tivesse uma revelação,recomeçou a andar falando consigo mesmo. - So pode ter sido, foi sim! Maldito Todynho!Maldito! Maldito! Mil vezes Maldito!
- Do que você está falando Sidd ?
- Do todynho oras do que mais...O maldito todynho gelado,quase uma busca pelo santo graal!
- Todynho gelado ? O que te deixou assim mais louco que o Batman foi...Todynho gelado? - Victor parecia desesperado e com vontade de rir.
- Não né, foi o Todynho que fez ela sumir! Ela sempre quis achar uma merda de uma loja que vendesse todynho gelado,passamos 7 anos procurando então ontem...Depois de caminhar no parque...Nós achamos.Eu ainda não sei como é possivel mas foi o Todynho que fez ela sumir...Tenho certeza.
- Deixa eu ver se entendi...Você acordou hoje e se convenceu que tem esposa,um alguem totalmente adoravel e compreensivo que te aceita,te completa com quem você esteve junto por 7 anos,5 deles casado,então esse ser mágico e místico sumiu...Por causa de Todynho gelado. - Victor pegou na cabeça ja prevendo a dor que viria.
- SIM EXATO! Isso mesmo! - Gritou Sidd.
- E você percebe quão louco soa isso não é ? - Victor falou lentamente.
- Mas é a verdade...É... - Sidd sentou de novo reflexivo.
Victor passou a mão nas costas do amigo consolando-o enquanto dizia.
- Sidd,você é solteiro...Sempre foi...Acho que você nunca namorou uma Betty na verdade.Você nunca chegou nem a noivar,acho que nunca sequer pensou nisso, essa mulher é coisa da sua cabeça amigo,ela nunca foi real,ela era só um mecanismo da sua mente,algo que sua mente usou para te incentivar a conquistar coisas...Seu primeiro emprego,a conclusão dos seus estudos,sua vontade de ver o mundo,era ela que te empurrava a tudo isso,até sua mente aberta mas é só..Não foi real,ela foi só uma maneira de aliviar sua frustração,seu medo das coisas feias do mundo,medo da decepção que as pessoas te causam...Todos os beijos,todas as palavras de consolo,os gestos de carinho...Nada foi real,estava tudo na sua cabeça,até os problemas dela cara...Foram milimetricamente criados pelo seu desejo de ser o heroi,você tinha que ser o salvador de alguém,então sua mente criou ela...Você precisava,agora não precisa mais então é isso...Sua busca por esse Todynho nada mais era que uma busca sua por auto realização,agora você tem...Você chegou onde queria,o papel dela na sua vida acabou,desapega amigo.
Sidd ouviu a tudo meio cabisbaixo,meio boquiaberto apenas assentindo uma hora ou outra.Levou alguns minutos de aceitação mas vendo que as palavras do amigo eram verdadeiras ele se preparou para ir embora e então...Parou.
Na porta,com a mão na maçaneta,Sidd se virou dizendo com desconfiança.
- Espera...Mas se ela estava só na minha cabeça o tempo todo...Como você sabe?Dos momentos?Dos beijos?Da viagem?Das necessidades?
Victor se recostou na cadeira,deu um enorme sorriso e disse.
- Por que eu também não sou real amigo...E agora que você sabe eu também cumpri meu papel,você está pronto para o mundo real,nós cuidamos e preparamos você o quanto pudemos,adeus velho amigo,agora você sabe se cuidar sozinho...

Naquela manhã Sidney acordou sozinho em seu apartamento de luxo em algum lugar muito interessante no mundo sabendo que ele tinha tudo para ser alguém fascinante...Sentou em frente a seu novíssimo e caro notebook e começou a escrever seu novo romance,um best-seller que venderia mais de 2 milhões de copias,sobre um homem,sua garota e seu melhor amigo perfeitas alucinações.
Tinkerhell
Enviado por Tinkerhell em 30/10/2013
Código do texto: T4548134
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tinkerhell
Maringá - Paraná - Brasil, 29 anos
150 textos (44882 leituras)
1 áudios (295 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/11/19 17:56)
Tinkerhell