Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Escrevendo Na Água Do Útero .†

Por nove meses
Estive dentro de um sonho
E sem motivo aparente
Fui Expulso de casa
Fui puxado pelo pescoço
E expelido
Cortaram meu alimento
Minha maçã estomacal portátil
Subi à altura
Quando me pegaram pelo pé
Pingando suco de uva verde
Em litrólitos vaginais
Vi o meu lar me abandonar
Com minhas pupilas dilatadas
Olhando pra dentro
De onde fui puxado
E depois senti uma dor forte
Na parte traseria do meu corpo noviço
Que me deu vontade de chorar
Tão alto quanto
Meus pulmões podiam exprimir
Eu nunca havia estado assustado
Nem experimentado a dor do choro
A luz forte ofuscou meus olhinhos
Sem pedir para serem abertos pra vida
Fui carregado, largado
Limpado,admirado
Beijado e amamentado.
Á alma é barata
Enviado por Á alma é barata em 05/12/2009
Reeditado em 04/12/2010
Código do texto: T1961074

Comentários

Sobre o autor
Á alma é barata
Suzano - São Paulo - Brasil, 33 anos
162 textos (4953 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/08/20 03:03)
Á alma é barata