Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HQ Artificial

Eu criei um programa a que dei o nome de MaterGeni 0.1.

A ideia de criá-lo surgiu ao me deparar com um programa simples que auxiliava escritores amadores a produzir suas histórias. Um método que quebrava o gelo, por assim dizer, entre a criatividade latente do escritor e ele próprio; produzindo frases iniciais aleatórias que ele ou ela deveria seguir e elaborar.

O meu programa, ao contrário, toma para si a responsabilidade da criação, cabendo ao usuário meramente decidir os temas com os quais ele trabalhará.

MaterGeni 0.1 é especializado em desenhos animados. Ele funciona como um programa de escritório, mas o que você configurar se tornará um universo. Você pode decidir entre os mais variados estilos: doodle, cartoon, anime, ...etc; os temas: mistério, romance, ficção científica, conteúdo adulto como hentais (haverá um dispositivo de controle parental); o número de páginas e balões por página; o grau de violência: baixa, alta, gráfica. Em resumo, tudo a seu controle, exceto os detalhes e a contingência do componente criativo do programa.

O resultado: uma sempre nova surpresa.

Alimentei sua base de dados com escritores populares de quadrinhos como Alan Moore (evitei seu Albion e outros trabalhos medíocres); escritores de ficção científica modernos: Philip K. Dick, J.G. Ballard, Dan Brown; antigos: Edgar Allan Poe, Júlio Verne ...

- optei por um número maior de romancistas e contistas para que todo esse conteúdo rico fosse filtrado pelo estilo lacônico, em função de sua própria natureza, das histórias em quadrinhos, tornando as possibilidades mais variadas e complexas; deve-se lembrar que o cérebro criativo é MaterGeni 0.1, cabe ao usuário configurá-lo ao seu modo -

Há também cartunistas como Milo Manara e Robert Crumb; ilustradores como Gustave Doré, Francisco de Goya e Félicien Rops... desenhos infantis como Care Bears, Coragem, o cão covarde, Manda-chuva, Hantaro, Padrinhos Mágicos, para citar alguns exemplos...

A versão, ainda em construção e desenvolvimento, já possui três idiomas disponíveis, tanto para utilização do produto instalado como para elaboração criativa dos quadrinhos.

Não posso discutir e divulgar o processo e o método com o qual elaborei o que eu chamo de 'contingência do componente criativo do programa' (CCCP). O CCCP é possibilitado através de um código de 10 dígitos que o usuário executa após todos os grupos temáticos selecionados. Esse código individual impossibilita ou dificulta que outro usuário elabore a mesma história em quadrinhos ainda que tenha selecionado os mesmos temas.

Concebo uma discussão infindável a respeito dos Direitos Autorais. Um universo gerado capaz de mover o mundo, e a sua economia com ele, pertenceria ao criador de MaterGeni 0.1, ou ao seu usuário cuja escolha numérica e temática jamais poderia ser replicada em seus espaços de tempo exatos? Deus não recebe os louvores por cada arroubo arquitetônico que alça seus braços de pedra aos céus, mais que pela sua natureza orgânica, azul e verde, sempre por nós corrompida?

Se o ofício do artista, como escreveu Peter Sloterdijk, tornou-se uma nova forma de nobreza, separando o homem e a mulher comum do homem e a mulher de sangue azul, meu MaterGeni 0.1 é Louis Antoine de Saint-Just.

A partir de agora o artista e o artesão são a arte.


2


O programa parou de responder, Sim, parou, mas já voltou a funcionar corretamente, O que houve, Não fiz uma boa seleção temática, o meu protagonista se tornou megalomaníaco, eu configurei um quadrinho com quarenta páginas e ele produziu apenas dezesseis, Onde parou, Aqui, A partir de agora o artista e o artesão são a arte, o que isso significa, escolheu tema filosófico, Escolhi Borges, programação, essas coisas, nada de mais, E agora, Preciso apresentar o texto na aula ao vivo, com dezesseis páginas não dá, Faz outro, Gostei desse, queria saber o final da história, poderia vendê-la, se completa, além de ganhar uma boa avaliação no exame de Heurística e Determinismo, Se eu fosse você tentaria em outro computador, os mesmos temas e seleções, Não adiantaria, esqueci o código, Não usa sempre o mesmo, Não, Essa história em quadrinhos é assombrosa, realmente, um cara de olhos vidrados no computador, estilo anime sombrio, cores frias, contemplando a sua criação em meio a solilóquios delirantes de grandeza, imaginando-se ora como um programador apresentando seu produto a um grupo de empresários famintos e atentos, ora como um deus pagão, ora como o carrasco do mundo artístico, pena que o resto se perdeu, realmente, Sabe se esse programa tem o código aberto, Não, por que, Eu poderia modificá-lo e, baseado nessa história, eu poderia...


3

Esse trecho entre os dois adolescentes mantendo uma conversa intrigada e sem sentido é um bug típico que ocorre em nossas versões recentes do MaterGeni. Com a recente morte da Mente Mestra do MG, nossos programadores e engenheiros, agora órfãos, tem lutado para transpor o CCCP para outras plataformas. Esse bug típico tem gerado desconforto a usuários ao remetê-los a um estado de espírito fugaz semelhante ao que em outros tempos se denominava com a expressão francesa déjà vu. O bug, fruto das mais recentes e mirabolantes teorias do complô, gera confusão e histeria e põe em xeque nossa própria noção da solidez da realidade. Cambaleios momentâneos, senhoras e senhores! Não nos preocupemos: somos reais, não somos?
Candela
Enviado por Candela em 28/08/2019
Reeditado em 28/02/2020
Código do texto: T6731512
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Candela
Gravataí - Rio Grande do Sul - Brasil, 26 anos
86 textos (1372 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 23:17)
Candela