Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A CORTESÃ DO DIABO

Debaixo deste luar impregnante
Nesta terra gélida da distante Hungria,
Essa mulher de ideia repugnante
Causara medo por sua insana egolatria

Nas planícies cobertos com gelo
Queria manter para sempre a juventude
Do corpo pálido e por fim cabelo
Para moças dedilhava notas ao alaúde!

Mas esse seu destino sem futuro
Era banhar-se no sangue fresco e quente
De virgens mortas atrás do muro
Com a crueldade desta sua insana mente

O desejo por sangue lhe impelia
Para matar camponesas já era uma rotina
Assim saciava a intensa agonia,
E pretendia manter-se como uma menina

Certa vez avistou a manca anciã
Elizabeth lançar esse cadáver ao fosso
Estava terminado o pacto de Satã
Quando quebraram seu frágil pescoço!
rodrigokurita
Enviado por rodrigokurita em 01/07/2020
Código do texto: T6993352
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
rodrigokurita
Mogi das Cruzes - São Paulo - Brasil, 35 anos
351 textos (15486 leituras)
3 áudios (55 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/08/20 02:52)
rodrigokurita