Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CHAMADO...

“Pois não há morto que fique em repouso eterno, E com imensa idade, poderá finar-se a morte.”

Certa vez um acontecimento inominável
Tornara-se o insano experimento,
O horror não descrevia o ser abominável
A mazela do alucinante tormento!

Quisera meu espírito não estar mais vivo
Ao defrontar-me com tal sensação
Nos delírios tive a visão do ser repulsivo
Na estátua tinha a estranha inscrição

Não saberia dizer se na avançada geologia
Tinha certa coloração esverdeada,
Era um monstro em sua dúbia morfologia,
De tentáculos na face amaldiçoada

Toda noite ao desfalecer em minha cama,
Ouvia as súplicas da vil criatura,
O cefalópode erguendo-se da negra lama,
Não era sonho, mas sim loucura

O mordomo em um quarto bem contíguo
Ouvira este lamuriar imaturo,
Nos delírios invocara esse Grande Antigo
Seu nome: O profano Cthulhu!
rodrigokurita
Enviado por rodrigokurita em 17/06/2020
Código do texto: T6980131
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
rodrigokurita
Mogi das Cruzes - São Paulo - Brasil, 35 anos
351 textos (15483 leituras)
3 áudios (55 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 21:55)
rodrigokurita