Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

- Não posso continuar esta farsa! Sou um falso profeta!

- Não, você não é um falso profeta! Todas as coisas que você previu se concretizaram. Há pessoas que afirmam terem sido curadas de suas enfermidades por você!

Você tem milhões de adeptos, seguidores e fãs no mundo inteiro. Como disse Paulo Coelho, "Uma farsa não se mantém por muito tempo", embora eu mesmo discorde disto. Vemos pessoas que enriqueceram manobrando a fé dos outros. Eles arrebatam seus rebanhos, primeiramente, acolhendo e massageando seus egos, dizendo que são especiais, vão preenchendo seus vazios, suas carências, suas solidões e culpas, fraquezas, manipulando, fazendo, aos poucos, uma lavagem cerebral, implantando ideias a ponto de transformá´-las em autômatas, pessoas sem vontade própria, servindo e se escravizando a alguém que não é amigo de ninguém, apenas quer o poder em toda a sua extensão: prestígio, dinheiro, ostentação, vaidade.

De vez em quando, enviam suas ovelhas para realizarem trabalhos voluntários, altruísticos, tudo isto para cativar mais almas incautas, em nome da fé. Isto você não faz!

- Estou cada vez mais rico. Todos os que trabalham para mim também estão. Já tinha um exclente padrão de vida de berço. Tenho saudades de quando mergulhava no marzão em Ipanema, sem preocupações, ou no Rio Paraíba do Sul que cortava a fazenda,

logo vislumbrava outras dimensões e tinha as minhas visões do passado e do futuro, naquela forma mais ingênua. Meus poderes aumentaram depois de dois afogamentos, quando o mar me tragou, puxando para um rodamoinho nas profundezas e me liberou quando todas as minhas forças e o ar já tinham se extinguido;

Outra, quando o rio de águas plácidas e límpidas por cima, me puxou para uma terrível correnteza a trinta metros de profundidade e galhos prenderam a roupa. Num instinto de sobrevivência, deixei minhas vestes, furei a correnteza e saí nuzinho das águas, batizado pelo além. Agora, o que ocorre é me acabar no mundo das drogas e álcool e ter visões mais poderosas ainda, mergulhar nas falhas do meu próprio cérebro.

Não pode ser coisa de Deus. Não pode ser coisa boa. Tenho que sair deste inferno para me tratar. Sinto que a minha missão está no fim. Não posso enganar a essa gente, tenho que assumir meu vício para elas. Sabe? Quero um intervalo para tudo isso. Férias, Não sei se permanentes.

- Sim. Você pode ter suas férias com seus mentores, mas não assumir seu vício. Você deve pensar que com isso vai decepcionar muita gente. Muitos podem até cometer suicídio. Perder as esperanças, podem também pensar que está fazendo apologia. A humanidade precisa de você!

- Estou cansado de tudo isso. Sou novo, quero constituir família, ter mulher, filhos, levar uma vida normal, anônima! Cansei de ser o guru dessa gente toda. Não que elas não mereçam, elas acharão outro líder bom de coração que as confortem.
- Você vê este futuro para você?

- Não tenho o dom de ver o meu próprio futuro. Bom, sairei de cena por tempo indeterminado.



Muito obrigada pela leitura! As trilhas sonoras para os textos, sou eu também quem faço.
VICTORIAH
Enviado por VICTORIAH em 21/03/2019
Reeditado em 27/03/2019
Código do texto: T6604084
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
VICTORIAH
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
553 textos (62160 leituras)
203 áudios (13479 audições)
2 e-livros (165 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/19 18:50)
VICTORIAH

Site do Escritor