Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Uivo do Lobisomem

Jack, era um homem solitário, um cara que morava em uma cabana no meio das montanhas; que passava por uma dolorosa e sinistra transformação nas noites de lua cheia.
E naquele dia Jack pressentia e podia ver claramente que ela viria cheia e bonita. E que sabia que mais uma vez teria que se transformar e que nada poderia o impedir de virar um monstro horrendo com sede de sangue, caso olhasse para a lua.
E a velha cabana onde Jack morava encontrava-se lá nas montanhas no meio do nada, na floresta.
Bem longe dali, mas perto do caos da sociedade cinco jovens resolveram acampar nas montanhas, sem saber que lá vivia uma fera que poderia acabar com eles em um pisca de olhos. Deixando um rastro de sangue por todos os lados.
Bem os jovens que era amigos só pensavam em se divertir e aproveitar as férias bem longe das agitações e das loucuras caóticas da cidade grande. Ansiosos eles estavam para se banharem no lago que havia no lugar para onde estava para ir.
Aqueles jovens eram eles: James, Robert, Julya e, Steve, o mais novo e irmão da Keity.
Steve, tinha 16 e tinha a mania de filmar tudo com sua câmera e resolveu filmar toda viagem e tudo mais que estava por vim.
Eles estavam prontos e muito animados, então tinha seguido a viajem que seria um verdadeiro pesadelo para todos eles.
James era o mais velho e se propôs a dirigir a caminhonete a ter floresta naquele dia, já que os outros ainda não podia dirigir. Mas Robert ficou a fim de pegar no volante pelo menos ater o local, já que estava tomando aula de direção, então chegou a discutir com o James por isso e disse:
– Eu poderia dirigir ater lá, deixa eu pegar no volante?
– Não! Não dá – disse James – Por quer seria uma falta de responsabilidade da minha parte.
– É você tem toda razão – disse Keity, uma garota linda e sorridente.
Keity era uma bela jovem de 20 anos mas muito madura, alegre, divertida e muito inteligente.
James era um rapaz de caráter, tinha 25 anos; tinha uma fisionomia atlética. Foi um dos melhores atletas do seu colégio.
Robert tinha apenas 17 anos.
E por azar daquele grupo de jovens o dia estava bonito como nunca. Ou seja, nada os impediria de irem ao local e terem suas vidas poupada de um banho de sangue.
Bem depois de um certo tempo ao chegara ao acampamento que era perto das montanhas.
Era um lugar encantador repleto de verde arvores e plantas no chão.
Tempo depois as barracas já estava-se armadas e os jovens aproveitara todo aquele momento de aproximação com a natureza.
Numa cachoeira eles se banhara naquele dia quente. Caminhara contemplando a natureza. Com o Steve sempre filmando tudo e todos por onde eles passaram.
E a noite então se aproximava vinha chegando caladamente e os lobos começara ao uivar para a lua que começara a aparecer bonita e cheia. Mal sabia eles que com o aparecer da lua uma sanguinária fera surgiria.
Longe dali na cabana de Jack ele se encontrava-se preocupado, trancado. Ele podia prever que a lua estaria cheia naquela noite, então fechou tudo para não olhar para ela. Porem naquela noite fortes ventanias, ventava, e uma delas bateu e abriu uma das janelas da cabana de Jack. E ele deu de cara com a lua que estara enorme, cheia e dourada.
Seu coração começou a bater mais rápido em um ritmo alucinado. Como se estivesse batendo tambores.
Começara a suar frio e suas veias passara a saltar do corpo com uma coloração esverdeada. Os pelos do corpo começaram a crescer muito, tomando todo o corpo excerto o rosto e abdome.
Então Jack transformado uivou e pulou pela janela com toda fúria do mundo. E senti-o de longe o cheiro de carne fresca e humana. Então correu em direção aos jovens que estava no acampamento próximo. E todos estava dormindo naquele momento.
Jack já se encontrara de frente para as barracas onde os jovens estavam. Bem ali em frente babando e com sede de sangue nos olhos.
Sobre as folhas secas seus pés peludos e suas garras enorme pisava sobre elas. O barulho foi suficiente para alertar todos eles.
– Keity você ouviu isso? – perguntou Julya.
– Keity ouvir sim! – no semblante de Keity via-se assustada – Estou com medo.
Keity abria devagar a barraca e se assustou com o que viu.
– O que está vendo Keity ?
– Não sei é algo assustador – ventava-se as folhas das arvores naquele momento – Você não vai acreditar mas parece ser um lobisomem.
Robert junto com James também tinha visto por dentro da barraca o que estava lá fora. Havia um sinalizador dentro da barraca James então pegou e decidiu junto com Robert jogar longe para atrai a fera para longe. Steve dentro da barraca continuava a filmar tudo ate mesmo a fera lá fora e rosnando. Na hora Steve segurou o braço de James e disse:
– Tem Certeza?
– Tenho e é o único jeito e vamos correr cada um para um lado e nos encontramos no carro.
Então James abriu e jogou para fora da barraca o sinalizador. Naquela hora então todos correram em quanto a fera não sabia qual deles persegui. Em quanto rosnava alto e correu na direção de um deles.
James gritou para todos que devia todos correr para cada lado e se encontrarem na caminhonete. Já que era a única saída, então todos correram para cada lado.
Jack então transformado em fera correu atrás da Julya que tinha ficado desesperada. James então acendeu mais um outro sinalizador e atraiu a fera para ele.
Julya então havia chegado na, caminhonete, abriu a porta e entrou. Julya então havia se sentido mais segura mais calma. Até em seguida bater de cara com Keity levando um baita susto.
– Abri, abri logo! – disse Keity.
– Pera eu vou abri, entra logo – disse Julya.
James então jogo para perto do lago o sinalizador e gritou para todos:
– Para a caminhonete agora!
Então Robert e Steve correram em direção a caminhonete e entrara dentro dela.
Então todos estava dentro da caminhonete e James sem pensar duas vezes deu partida mais o carro não pegava. E Jack transformado em fera deu conta que foi enganado e farejou os jovens até o carro.
A fera saltou sobre a traseira do carro e depois para a frente e todos dentro do carro gritavam principalmente as meninas, Julya e Keity.
Transformado em fera Jack era mais irracional do quer racional. E ficou confuso em cima da caminhonete, mas mesmo a sim todos estavam tremendamente assustados.
– James tem mais um sinalizado aqui – disse Julya.
James acendeu o sinalizador abriu a janela do carro e jogou para fora e Jack foi atrás.
– James não deve ter alguma arma dentro do carro? – disse Steve
– Deve, lembrei que meu pai guarda uma arma no porta-malas, um rifle.
James abriu a porta e correu para o porta-malas que só podia ser aberto do lado de fora. James tropeçou, a fera ainda estava ocupada com o sinalizador, a chave caiu na queda de James, James levantou rápido pegou a chave abriu o porta-malas e pegou a arma e gritou chamando atenção da fera.
Jack transformado e furioso olhou para trás e correu na direção de James que mirou na fera o acertando ferindo a besta sanguinária que caiu com o impacto do tiro. Então em seguida um momento de alivio caiu sobre todos naquele momento então James voltou para o carro e deu a partida e saíram do local voltando para casa.
James jurou que parecia ter acertado no meio da testa da fera que não se sabe se foi isso mesmo e se Jack sobreviveu.
Tiago Rocha
Enviado por Tiago Rocha em 19/06/2017
Reeditado em 04/08/2017
Código do texto: T6031230
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de Tiago Amaral e o site http://tiagoamaral2013.blogspot.com.br/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tiago Rocha
Salvador - Bahia - Brasil, 33 anos
804 textos (14155 leituras)
4 áudios (59 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 20:27)
Tiago Rocha