Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Distorcendo o Tempo

Deserto do Saara, 1983.



A areia do deserto parecia uma lava que se estendia pela imensidão do horizonte, o calor ultrapassava o limite aguentável para um ser humano. Apesar de tudo, os camelos cruzavam a areia e os ventos carregando a expedição até as ruínas de um antigo faraó, entre todos havia uma criança de apenas alguns meses de idade e o calor insuportável não deixava a mãe aquietar o choro intermitente. “Faltava pouco” ela orava.

A expedição parou a frente das ruínas de uma pirâmide e todos adentraram com rapidez, as queimaduras do sol e da areia foram absorvidas pelo frio e a escuridão do túnel que se estendia abaixo das ruínas. [...] Uma luz, um altar, sarcófagos e mais areia, o cenário era impecável, apesar do tempo. A luz emanava de um dos sarcófagos de ouro, trabalhado e desenhado com hieróglifos e ornamentos de milhares de anos, o homem baixo e carcomido pelo sol, pai da criança, sacou um pé de cabra e estancou na tumba e uma luz forte emanou por todo o aposento. Um flash dourado. Corpos caindo na areia. Apenas o choro ecoando...


São Paulo, Brasil, 2020.



— Bom dia! Eu quero me hospedar por 2 dias.
— Bom dia! — Respondeu a recepcionista — Temos somente as Suítes Presidenciais e os quartos com cama de solteiro simples. Qual o senhor deseja?
— A Suíte Presidencial — respondeu o garoto.
— São 12 mil reais. Qual a forma de pagamento?
— Cartão de Crédito... — e entregou o cartão American Express.
— Quarto 2201. Seja bem-vindo!

Alex Kansho não falava muito bem português, mas se preparou por anos afim de encontrar o famoso arqueólogo e físico nuclear Alberto Pigmelo Oshoha, famoso por suas descobertas sobre o estudo do Tempo e Espaço no Egito Antigo. Ele estava hospedado há alguns dias em São Paulo, pois irá palestrar sobre suas teorias na maior universidade do Brasil. Mal ele sabia que a distorção do tempo estava em carne e osso a poucos metros de distância dele. Alex tem 19 anos desde 2002, exatamente 18 anos atrás ele distorceu o tempo e o espaço provocando uma reação físico-orgânica-nuclear sem precedentes.


Continua...

_____________________________________________________________

Série:
Distorcendo o tempo

Alex Kansho é o único sobrevivente entre as ruínas de uma antiga piramide no Egito. Porém, ele não conhece nada sobre o próprio passado ou como tudo que acontece agora, só acontece com ele. A procura de respostas, irá se aventurar por várias cidades ao redor do planeta. . Ele é comum, vive uma vida comum, mas ele consegue alterar o tempo de várias formas, ele está em constante pesquisa para distorcer o tempo para o futuro, mesmo que ele preveja algo aproximado. Sua constante está em alterar o presente e voltar para o passado quando necessário.

Forever and for Always - Bruno Twain - Distorcendo o tempo - Copyright © 2017 |
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor. Não é permitido usar esta obra para nenhum fim comercial. A Série "Distorcendo o Tempo" é registrada na Biblioteca Nacional.
Bruno Gandin
Enviado por Bruno Gandin em 29/11/2019
Código do texto: T6806651
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Bruno Gandin
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
42 textos (396 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/01/20 23:08)
Bruno Gandin