Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Gênio na Garrafa

A "Ampoliros" havia partido em missão de reconhecimento além das fronteiras do Universo Conhecido, mas o patriarca dos Alhuq solicitara que o seu segundo filho, Numar Alhuq, não embarcasse daquela vez, pois tinha um assunto importante a discutir com ele.

- Nós não somos religiosos, - declarou inesperadamente Samir Alhuq para o filho, ao recebê-lo na mansão senhorial em Baharat - somos comerciantes. Respeitamos os ensinamentos do Livro Acumulado, mas eles não limitam nossa atividade. De outro modo, jamais teríamos gasto gerações para recolocar em funcionamento a "Ampoliros".

- Estou bem certo disso, meu pai - acedeu o jovem, surpreso pelo tom da conversa. - Todavia, se a existência da nossa não-nave pode ser justificada pelo uso que pretendemos fazer dela, importando tempero diretamente de Arrakis, sem intermediários, a recriação dos homens-máquina, os robôs, pode gerar mais do que calafrios entre os seguidores da Bíblia Laranja.

- Justamente por isso, sua mãe deu ordens para que todas as pesquisas sobre este assunto fossem desenvolvidas além do Universo Conhecido, no planeta Musat, que sua irmã Maimuna identificou na viagem inaugural - afirmou Samir Alhuq. - Como somente nós temos as coordenadas, a possibilidade de que alguém vá bisbilhotar, é extremamente remota. E penso que, justamente pelas dúvidas que levantou, você seria a pessoa mais indicada para supervisionar os trabalhos por lá.

- Bem... é uma tarefa de grande responsabilidade, meu pai - ponderou o rapaz, agradecido. - Não sei se estou a altura de assumi-la.

- Você não estará sozinho - tranquilizou-o Samir Alhuq. - Estamos reunindo um grupo de especialistas para ajudá-lo na empreitada. E para aqueles que manifestarem alguma dúvida, não é e nunca foi nosso objetivo construir máquinas à feição da mente humana: desejamos apenas dispor de servos mecânicos obedientes, capazes de suportar trabalho pesado, em condições ambientais inóspitas aos seres humanos.

Numar encarou o pai, em dúvida.

- Devo entender que poderíamos utilizar robôs em serviços de mineração de melange em Arrakis?

Samir Alhuq fez um aceno afirmativo.

- Esta hipótese não deve ser descartada.

[Continua em "O plano dos Alhuq"]

- [01-10-2019]
Alex Raymundo
Enviado por Alex Raymundo em 01/10/2019
Reeditado em 23/10/2019
Código do texto: T6758988
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Texto original do site http://recantodasletras.com.br/autores/raymundo.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alex Raymundo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 57 anos
1625 textos (88684 leituras)
1 áudios (35 audições)
1 e-livros (15 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/11/19 12:51)
Alex Raymundo