Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cabelo de Fogo - Cap 02: Conflitos de Poder

Justiniana nasceu nos arredores da cidade de Serrana, nas terras que pertenciam à sua família há muitas gerações. Coronel Ribaldo Arandes e Dona Carmesina Arandes eram seus pais e cuidavam com mãos firmes da grande propriedade onde criavam um grande rebanho de bois, cabras, carneiros e bodes, como também mantinham plantações de feijão, milho e diversos tipos de verduras e legumes.
 
Durante a semana inteira, carroças chegavam e partiam carregadas de produtos para serem vendidos tanto em Serrana como em outras localidades, até em territórios distantes como Campo Verde e Terramares, a dias de viagem.

Em termos de poder econômico e importância política na região, os Arandes só tinham rivais  em outra poderosa família: os Camarassú. Justiniana já ouvira histórias a respeito dessa antiga rivalidade, gerada nos tempos de seus avós e bisavós. O que a garota não sabia era que a fagulha das desavenças tinha acendido outra vez com a recente morte do Sr. Albuquerque, dono de prósperas terras ao norte, nos contrafortes da Serra da Neblina, na fronteira leste de Terra Brava.
 
O coronel Albuquerque, como era chamado, morreu sem deixar filhos, e sua esposa colocou as terras à venda pois queria retornar à terra natal de seus pais em Campo Verde. Foi o coronel Ribaldo, depois de manobras com alguns políticos da cidade, que conseguiu arrebatar as terras, o que gerou a revolta da família Caramassú.

Sentindo-se enganado, traído, Amâncio Camarassú, chefe da família rival, resolveu invadir as terras do falecido Albuquerque com seu exército de jagunços e reivindicá-las como suas de direito. Esse ato gerou uma resposta imediata do coronel Ribaldo, que também se armou, liderando seus jagunços para a batalha.

E o conflito entre os Arandes e os Camarassú teve início, mergulhando a região numa guerra que durou uma semana de sangrentos combates que se alastraram não apenas nas terras em disputa, mas em muitos povoados próximos, com grupos de pistoleiros lutando para ganhar território, levando medo e morte a muitas pessoas inocentes.
 
Os homens do coronel Amâncio, mais aguerridos e preparados para o combate, graças à liderança de um renomado jagunço chamado Orestes, venceram o conflito. Devido a sua coragem e frieza em combate, Orestes liderou as tropas para a vitória, derrubando a família Arandes e sua influência na região. O golpe final foi a invasão da propriedade do coronel Ribaldo pelos jagunços de Amâncio.

Com o tempo a pequena Justiniana saberia que essa tragédia não foi a primeira nem a única, e que a história de Terra Brava era banhada em sangue, fruto das constantes guerras entre as famílias na disputa pelo poder, com sua quota de mortes, lágrimas e órfãos.
MiloSantos
Enviado por MiloSantos em 25/06/2020
Código do texto: T6987149
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
MiloSantos
Aracaju - Sergipe - Brasil
205 textos (5616 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/08/20 01:59)
MiloSantos