Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ERA UMA VEZ A MARIA FUMAÇA DO TIO GENARO.  QUANTAS LEMBRANÇAS DA MARIA FUMAÇA DO TIO GENARO. LEMBRANÇAS QUE ESTÃO GUARDADAS ATÉ HOJE NAS NOSSAS MEMÓRIAS E NOS NOSSOS CORAÇÕES. QUANTAS SAUDADES DO NOSSO QUERIDO TIO GENARO E DOS TEMPOS EM QUE ÉRAMOS CRIANÇAS.  EU E MEU IRMÃO VIVEMOS MUITAS AVENTURAS AO LADO DO NOSSO TIO. ELE ERA MAQUINISTA DE UMA LINDA E BARULHENTA MARIA FUMAÇA E SEMPRE QUE NÓS ESTÁVAMOS DE FÉRIAS ESCOLARES, NOSSO TIO NOS LEVAVA PARA FAZER UMA DELICIOSA VIAGEM ABORDO DA MARIA FUMAÇA.
PARA EU E MEU IRMÃO ERA COMO SE ESTIVÉSSEMOS ANDANDO NAS NUVENS.
OS OLHINHOS DO JEREMIAS BRILHAVAM QUANDO ELA PARTIA DA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA ATÉ A SUA ÚLTIMA PARADA EM ALGUMA CIDADEZINHA DESSE MUNDO DE MEU DEUS,
A BARULHENTA MARIA FUMAÇA DISPARAVA A SOAR O SEU APITO QUE TINHA UM SOM FORTE FAZENDO COM QUE AS CRIANÇAS SAÍSSEM DAS SUAS CASAS E QUE FICASSEM BEIRANDO A ESTRADA DE FERRO POR ONDE A IMPONENTE LOCOMOTIVA COSTUMAVA PASSAR
ELAS JÁ SAÍAM DE SUAS CASAS FAZENDO AQUELA FESTA PARA SAUDAR A GRANDE LOCOMOTIVA QUE VINHA A TODO O VAPOR ESPALHANDO FUMAÇA PARA TODOS OS LADOS COM O SEU JÁ TRADICIONAL PIUÍ! PIUÍ! PIUÍ!
E COM COMANDANDO A CHARMOSA MARIA FUMAÇA LÁ VINHA O TIO GENARO, UM MAQUINISTA DE GRANDE HABILIDADE COM OS SEUS SOBRINHOS AO LADO DELE NA CABINE. JEREMIAS E TOBIAS SE DIVERTIA A CADA CURVA QUE A MARIA FUMAÇA ENTRAVA.
 MAS, NEM TUDO NESSE PASSEIO ERA DIVERTIDO PARA OS IRMÃOS JEREMIAS E TOBIAS, POIS, QUANDO A MARIA FUMAÇA TINHA QUE PASSAR POR UMA FERROVIA ABANDONADA HÁ MUITOS ANOS, O CORAÇÃOZINHO DELES ACELERAVA TANTO QUANTO A LOCOMOTIVA, TAMANHO ERA O MEDO QUE ELES SENTIAM, POIS, O VELHO TIO GENARO COLOCAVA MAIS LENHA NA FOGUEIRA, DIZENDO QUE AQUELA FERROVIA ERA ASSOMBRADA PELO MAQUINISTA FANTASMA.
AS PESSOAS DO VILAREJO PERTO DAQUELA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA ABANDONADA POR MUITOS ANOS POR ONDE A MARIA FUMAÇA DO TIO GENARO PASSAVA TODOS OS ANOS LEVANDO DEZENAS DE PESSOAS PARA VISITAREM A ESTAÇÃO QUE HAVIA SE TORNADO A PRINCIPAL ATRAÇÃO DA REDE FERROVIÁRIA QUE CRUZAVA O INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO, FALAVAM QUE ALI TINHA VIVIDO UM SENHOR QUE HAVIA SE PERDIDO DE SEU FILHO E QUE NUNCA MAIS ELE O ENCONTROU. ENTÃO, DAQUELE DIA EM DIANTE, O PAI DO GAROTO SE SENTAVA NO BANCO DA ESTAÇÃO NA ESPERANÇA QUE A GRANDE MARIA FUMAÇA TROUXESSE O SEU MENINO DE VOLTA PARA AQUELA ESTAÇÃO, MAS COMO ISSO NUNCA ACONTECIA, O PAI FICOU ADOECEU E ACABOU PERDENDO A VIDA. ENTÃO, OS MORADORES DO VILAREJO PRÓXIMO DA ESTAÇÃO COMEÇARAM A ESPALHAR QUE AQUELE SENHOR QUE O PAI FICOU DESESPERADO E COMEÇOU A DIRIGIR UMA MARIA FUMAÇA IGUAL A DO TIO GENARO E QUE ELE ASSUSTA TODOS OS PASSAGEIROS QUE SE ATREVEM A DESEMBARCAR NAQUELA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA.
NESSE MOMENTO DO PASSEIO, JEREMIAS E TOBIAS JÁ ESTAVA TREMENDO DE MEDO MESMO SABENDO QUE O MAQUINISTA FANTASMA NÃO PASSAVA DE UMA LENDA.
ENTÃO, TIO GENARO DAVA MUITAS GARGALHADAS AO VER A CARA ASSUSTADA DOS MENINOS NA CABINE.
A PARTE DA VIAGEM DE MARIA FUMAÇA QUE OS SOBRINHOS DO TIO GENARO MAIS GOSTAVAM ERA QUANDO ELES CHEGAVAM À ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DA ESTÂNCIA BALNEÁRIA DE ITANHAÉM, QUE FICAVA NO LITORAL PAULISTA. 
PARA OS IRMÃOS JEREMIAS E TOBIAS ERA COMO SE ELES ESTIVESSEM SUBINDO AOS CÉUS, COM AS SUAS NUVENS MISTURADAS COM A FUMAÇA DA LOCOMOTIVA, POIS, A ESTRADA DE FERRO ERA A PONTE SOBRE O RIO ITANHAÉM. ESSA PONTE DAVA PASSAGEM UNICAMENTE PAR A TRENS. ASSIM, LÁ DO ALTO DA PONTE, ELES PODIAM APRECIAR A LINDA PAISAGEM DA PRAIA DOS SONHOS.
A ESTAÇÃO ERA MOVIMENTADÍSSIMA E QUANDO A MARIA FUMAÇA DO TIO GENARO CHEGAVA AO SOM DE PIUI! PIUI!, AS PESSOAS CORRIAM EM BUSCA PARA CONSEGUIR UM BOM LUGAR DENTRO DA CHARMOSA LOCOMOTIVA. OS IRMÃOS TOBIAS E JEREMIAS CRESCERAM E SE TORNARAM HOMENS, MAIS NUNCA SE ESQUECERAM DOS PASSEIOS DE MARIA FUMAÇA AO LADO DO TIO GENARO E RECORDAM ATÉ HOJE, CADA AVENTURA QUE VIVERAM JUNTO DE TIO GENARO, O ÚLTIMO DOS MAQUINISTAS A RODAR COM UMA MARIA FUMAÇA AS PRINCIPAIS ESTRADAS DE FERRO DESSE IMENSO BRASIL, POIS ABORDO DA INESQUECÍVEL MARIA FUMAÇA APRENDERAM MUITAS LIÇÕES VALIOSAS DA HISTÓRIA DA ERA DE OURO DAS FERROVIAS BRASILEIRAS QUE ELES JAMAIS APAGARÃO DE SUAS LEMBRANÇAS DOS VELHOS E FELIZES ANOS DOURADOS DAS SUAS VIDAS E DA INFÂNCIA QUERIDA, QUE COM O PASSAR DOS ANOS INFELIZMENTE NUNCA MAIS VÃO VOLTAR.
OH! QUANTA SAUDADE E QUANTAS LEMBRANÇAS OS IRMÃOS JEREMIAS E TOBIAS TERÃO DAQUELAS TARDES CHEIAS DE AVENTURAS INESQUECÍVEIS A BORDO DA CHARMOSA E BARULHENTA MARIA FUMAÇA, SOLTANDO UM DEMORADO PIUI! PIUI! E CAUSANDO A MAIOR BARULHEIRA, ATÉ ENTÃO, NA SOSSEGADA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA.
 
Saulo Piva Romero
Enviado por Saulo Piva Romero em 14/10/2019
Reeditado em 14/10/2019
Código do texto: T6769534
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Saulo Piva Romero
Itanhaém - São Paulo - Brasil, 47 anos
169 textos (10731 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/11/19 01:33)
Saulo Piva Romero

Site do Escritor