Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Brumadinho

Uma grande mineradora.
Ali se instalou. No alto daquele morro.
Sua exploração principal o minério de ferro.
Uma grande barragem se formou.
Uma barragem de contenção de rejeitos de minérios de ferro.
Ao longo do tempo foram se acumulando.
Não aguentou. Não suportou.
Um estrondo!
Era tarde.
Ela se rompeu no alto do morro.
Descendo um mar de lama.
Água e minério de ferro tudo misturado.
Uma grande enxurrada um "tsunami".
Descendo morro abaixo.
Em uma grande velocidade.
Arrastando tudo o que havia em seu caminho.
Uma grande tormenta.
Um grande tormento.
O povo assustou. Pediu socorro!
O "tsunami" passava e buscava um caminho a seguir.
Não respeitava nenhum obstáculo a sua frente.
Foi uma tarde de muitos estragos naquele povoado.
Casas destruídas. Moveis destruídos. Animais mortos. Pessoas desaparecidas.
A vegetação nativa destruída.
A fauna e a flora destruída.
Um povoado destruído.
De novo o estrago foi grande.
O caos instalado.
A vitimas sofrem. Perderam tudo o que tinham.
Isto é perderam o pouco que ainda tinham.
Agora sem casa, sem um lar e sem seus familiares.
Suas lavouras e plantações destruídas.
Ficaram sem o seu trabalho. Sem o seu sustento.
Rios e córregos destruídos. Mananciais destruídos.
Um mar de lama.
Nada ficou de pé. Tudo tombado.
Tudo destruído.
O povo de novo sofre.
O povo sofre as consequências!
Qual é mesmo o valor para se recuperar vidas que se foram?
Qual é mesmo o valor para se recuperar um rio ou um córrego?
Qual é mesmo o valor para se recuperar o meio ambiente destruído?...
Benedito José Rodrigues
Enviado por Benedito José Rodrigues em 27/01/2019
Reeditado em 29/01/2019
Código do texto: T6561056
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Benedito José Rodrigues
Osasco - São Paulo - Brasil, 63 anos
96 textos (2404 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/19 07:15)
Benedito José Rodrigues