Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O bom velhinho

Você com certeza já parou para perceber que os dias, as semanas e os meses passam rápido.
Principalmente quando chega a primavera já fica a sensação da proximidade das festas de fim de ano.
É tão verdade que se observarmos veremos que falta algo em torno de sessenta dias para o Natal.
Já começamos a ver os primeiros enfeites anunciando que o Natal está bem próximo.
Quando se chega a esta fase do ano fica a sensação de que muitas coisas já foram realizadas durante o ano. Agora é só pensar no fim do ano letivo.
Nas férias escolares.
Nas férias do trabalho.
As viagens que já foram programadas.
As formaturas.
As compras antecipadas.
Falta tão pouco para o fim do ano que quase tudo aquilo que se planejou para o ano em curso já deveria ter sido realizado.
Caso contrário não teremos mais tempo de realiza-los neste ano.
São Nicolau, lá na Turquia, com certeza sempre desejou que todos os sonhos das pessoas fossem realizados.
Não só durante as festas de fim de ano, mas durante todos os dias do ano.
E ele de certo modo propiciava e até socorria aqueles mais pobres e necessitados.
Ele costumava sair sempre a noite para ajudar as pessoas.
E não queria que ninguém ficasse sabendo quem os ajudava.
Conta uma história que certo pai precisava casar três filhas.
Naquela época o pai devia dar um dote para o noivo.
Só que o pai das noivas era muito pobre.
Ele não tinha condições de fornecer os dotes para os noivos que iriam casar com suas filhas.
Então, ele pensou em mandar suas filhas para uma casa de prostituição.
São Nicolau ficou sabendo do fato.
Certa noite passou na casa das noivas e jogou uma bolsa com várias moedas de ouro.
Ao amanhecer o pai ficou maravilhado ao encontrar a bolsa com as moedas de ouro.
Imediatamente casou a filha mais velha.
E assim o fez também para a segunda filha.
Certa noite quando São Nicolau se preparava para entregar a terceira sacola com moedas de ouro, foi descoberto.
O pai das noivas o reconheceu.
Imediatamente atirou-se aos seus pés.
Arrependido agradeceu a São Nicolau.
O pai foi e espalhou para todos como São Nicolau o havia ajudado a casar suas filhas.
A generosidade de São Nicolau se espalhou e muitos foram os que até hoje recorrem a ele em suas necessidades...
Benedito José Rodrigues
Enviado por Benedito José Rodrigues em 25/10/2018
Reeditado em 25/10/2018
Código do texto: T6485975
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Benedito José Rodrigues
Osasco - São Paulo - Brasil, 63 anos
96 textos (2406 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 04:48)
Benedito José Rodrigues