Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fatos

- Vagabunda desgraçada! - Ele gritou derrubando os objetos da mesa.
Andrezza se encolheu em um canto da cozinha semi destruida.Eram 12 anos,12 anos de sofrimento,12 anos de convivência problemática,12 anos de paciência.Ela tocou a face machucada,logo ia inchar,também haviam os cortes nos braços,teria que mentir para o medico novamente.Nem conseguia mais chorar,foram tantas e tantas vezes,era quase rotina.
Ele continuava a gritar e quebrar coisas,as vezes parava para lhe dar um chute ou sacudi-la,ela nem reagia,pensava nos pratos,teria que comprar pratos e copos de novo.
- Maldita prostituta ordinária! - Ele continuava,a ameaçava,lhe batia e quebrava até que pegou o espelho do quarto.
Ela finalmente levantou,o espelho não.Era herança da sua mãe,ela implorou,pediu,sorriu e conversou dizendo a ele que deixasse o espelho.
- Por favor querido,é a ultima lembraça da mamãe... - Ela se arrastou ate ele.
- Aquela vadia também não prestava... - Disse ele jogando espelho a poucos centimetros dela.O vidro se espatifou em milhares de pedacinhos.Ela viu suas esperanças quebraram ali,viu os dias com sua mãe sumirem,viu de novo o caixão descer na sepultura.As lagrimas encheram seus olhos e mancharam seu rosto.
- Chora sua porca,chora... - Ele disse com um riso frouxo.
Ela tateou pelo chão até achar um caco um pouco maior,levantou devagar limpando o rosto machucado,andou ate ele e sem dizer nada lhe enfiou o caco na barriga,várias e varias vezes.O sangue escorreu e ele a olhou chocado,tentou segura-la mas ela rodou o caco e se afastou deixando que ele caisse no chão.
Pegou mais um caco,guardou no decote da roupa,fez suas malas,saiu do apartamento,pegou o carro e dirigiu...Dirigiu,dirigiu...Vida nova e passado apagado...Dirigindo...Olhou no retrovisor,pela primeira vez ela se achou bonita...
Tinkerhell
Enviado por Tinkerhell em 18/10/2008
Código do texto: T1235818

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tinkerhell
Maringá - Paraná - Brasil, 29 anos
150 textos (45000 leituras)
1 áudios (295 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/19 18:50)
Tinkerhell