Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desabafo

Você sabe como sempre foi. Ela sempre gostou mais do Arlindo, o Arlindinho dela... Na escola, nas festinhas, não deixava de comparecer e o queridinho sempre enfeitado; se era uma dança de quadrilha, o danadinho até descaracterizava o espetáculo caipira de tão chique que ia... E por aí  vai... Você sabe, se lembra muito bem de tudo, esteve atento por todos  esses anos. Ele foi crescendo e aumentando a dependência a ela. E era tudo pra ela. Lembra do Exército? Não queria o queridinho dela pegando em armas, fazendo rondas e ligou para Deus e o mundo, até que conseguiu. Claro que você se lembra. Pagou faculdade, financiou o carro. Conseguiu estágios e procurou por emprego. Tudo para ele. Escancaradamente. O coitadinho aqui,  este foi vivendo sozinho, lutando sozinho, construindo sua pobreza sozinho. O preferido sumiu, deixou ela  para mim.  Foi gastar dinheiro mundo afora. De vez em quando se lembra que ela existe e   faz uma ligação de celular. Mas ela atende e não sabe mais com quem fala. Está doentiamente esquecida. Perdeu aquele raciocínio rápido, a presteza nas decisões e a facilidade em me preterir.  Mas uma coisa eu digo.... Quer ganhar um inimigo é falar mal dela. Só eu posso falar  de seus defeitos.  Se alguém fala, eu viro um bicho...

 
Walter Rossignoli
Enviado por Walter Rossignoli em 21/03/2015
Reeditado em 21/03/2015
Código do texto: T5178372
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (ROSSIGNOLI, Walter. Disponível em: .). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Walter Rossignoli
Juiz de Fora - Minas Gerais - Brasil
252 textos (20530 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/19 08:30)