Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O morango tristinho e a borboleta-fada

Numa plantação de morangos bem vermelhinhos, havia um moranguinho bem tristinho.
Ele era o que mais demorava para crescer e mal se conseguia vê-lo.
Seus amigos dos outros pés no entanto se gabavam, do seus tamanhos e beleza e diziam:
- Vejam como está aquele coitado!
- Muito mirradinho.
Isso fazia com que ele ficasse, cada vez mais desanimado e também envergonhado.
Os únicos que acreditavam que ele ficaria belo, eram as flores vermelhas e brancas, que cresciam perto dos outros pés de morango.
Certo dia o infeliz moranguinho chorou, chorou tanto, que uma linda borboleta vermelha, com pintas verdes e toques de dourado veio ver o que acontecera.
- Por que choras amiguinho? indaga ela.
- Sou o moranguinho mais feio dessa plantação.
- Olha só o meu tamanho, não vou crescer mais não.
A borboleta gentil e carinhosamente disse:
- Amiguinho você é lindo como é, e logo crescerá. Precisa ter paciência, pois seu tempo chegará.
- Você acha mesmo amiga borboleta?
A borboleta nada disse, mas esfregou suas anteninhas e delas saíram um pozinho mágico dourado, e jogou no moranguinho.
O moranguinho ficou boquiaberto olhando e nada entendeu.
- Calma meu querido, seu pedido foi atendido.
- Obrigada amiga borboleta linda.
- Não precisa me agradecer.
- Minha alegria é ver você feliz e vê-lo crescer bem.
O tempo passou a borboleta foi embora, e o moranguinho cresceu e se tornou um lindo fruto vermelho e dourado.
Agora os outros morangos não riam mais dele, e o melhor é que ele se tornou um morango encantado.
Onde ele espirrava o pozinho dourado, quem estivesse com ele também ficaria igual e se transformaria num ser encantado.
A borboleta dourada voltou para revê-lo e para sua surpresa, encontrou outros morangos dourados.
- Borboleta!
- Bom te ver amado!
- Veja como estou grande e belo!
- Sim e esse é o segredo.Você dividiu sua beleza com os outros, fez amigos e se fortaleceu, e agora pode fazer parte do meu reino.
- Que reino?
- O reino das fadas!
- Fadas?
- Sim, eu me disfarcei de borboleta dourada, mas sou uma fada!
- Nossa!
- Que honra fazer parte desse reino!
- Nós fadas não gostamos de tristeza, então quando vemos alguém nesse estado, fazemos de tudo para deixar o ser feliz.
- Eu quero conhecer seu reino!
- Vamos então!
E a borboleta-fada sacudiu as anteninhas, esparramando seu pozinho mágico, abriu um portal no espaço e levou o morango para visitar e fazer parte de seu lar.

Kunti







 
kunti
Enviado por kunti em 13/02/2015
Reeditado em 12/11/2019
Código do texto: T5136184
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
kunti
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
1095 textos (49083 leituras)
19 áudios (461 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/08/20 14:43)
kunti