Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMARGAS LEMBRANÇAS!!!

AO SOM DE FADE TO BLACK (METALLICA).


TEXAS 06 DE JUNHO DE 2004.
Como sempre fazia naquela fatídica data há pelo menos 60 anos Josh ao longo de seus 84 anos ficava deitado e contemplativo em seu olhar azul vítreo e perdido. Fixo num passado distante e doloroso, flashes obscuros iam e viam num pesadelo recíproco. Suas dores não tem cura e esses lampejos o incomodam tanto que ele preferia estar morto. Sim! Morto há 60 anos atrás naquela praia onde ele perdeu toda sua esperança pela vida e pela humanidade e naquela noite o pesadelo pareceu ainda mais real....


PRAIA DE OMAHA 06 DE JUNHO DE 1944.
0 mar estava muito agitado na costa francesa, a região da Normandia seria o ponto de partida para a invasão aliada, para destruir de vez a resistência nazista naquela região, a França já derrotada há muito implorava por liberdade, assim como toda a Europa do julgo de Hitler e o desembarque seria na praia de Omaha, um linda paisagem oceânica e muiot bem localizada e que antes da Segunda Guerra Mundial, era frequentada pela nata francesa e europeia em geral e que naquela época se transformou num sangrento palco de loucura e morte para todos os lados. Hoje seria o DIA D e para Josh seria o dia de sua morte espiritual...

O soldado texano Josh P. Brian era tido como bom armeiro, no campo de treinamento em Pearl Harbor e naquele momento ele realizava um sonho paterno o de defender os Usa seu amado país num confronto de enorme proporções, tal e qual seu pai o fez na Primeira Guerra Mundial e hoje seria seu grande dia...

As tropas aliadas desembarcaram em Omaha, as seis horas da manhã no dia 06 de Junho de 1944 em sua maioria eram soldados norte americanos que foram recebidos com uma saraivada incomensurável de tiros pela artilharia alemã, este seria conhecido para sempre como o DIA D onde cerca de 30 mil homens libertaram a França da tirania nazista, mais de 10 mil homens morreram já nos primeiros combates que se deram por terra, mar e ar numa ataque avassalador que foi preponderante para a expulsão dos nazistas do território francês.

O combate seguia feroz, centenas de corpos americanos iam tombando sob a areia sangrenta crivados de balas pela artilharia alemã que estava bem protegida em casamatas e bunkers nas rochas ao redor da praia, haviam despojos humanos por toda parte e o sangue parecia jorrar aos turbilhoes como jazidas petrolíferas deixando toda a extensão de areia vermelham assim como a agua salgada e agora tbm vermelha com o sangue dos "heróis". As tropas aliadas estavam cercadas e sendo fuziladas sem piedade, pois os nazistas estavam a espera deles por muiot tempo e isso foi uma bela vantagem para os alemães que atacaram os aliados em campo aberto deixando-os totalmente indefesos e a mercê da ira germânica...

Nisso Josh se vê perdido em meio a sangrenta batalha, ele não tinha imaginado o quanto seria bestial essa peleja demoníaca, ele vê seus companheiros de quartel esquartejados pelos obuses alemães, cabeças, troncos, tripas, pernas e braços aos frangalhos espalhados por todas as partes, os gritos de desespero e as explosões de artilharia são comparáveis aos sons do mais profundo inferno. Tudo isso estava deixando Josh louco e de súbito uma explosão os cegas momentaneamente, seu amigo de quarto no quartel o Cabo Paul Elliot acabara de ser atingido por um morteiro e seu corpo fora despedaçados em pequenos pedaços que impregnaram em seus colegas, Josh recebeu um banho do sangue de Paul, as rajadas de metralhadoras são infindas e as explosões aumentam ainda mais. Josh pensa num instante! "Inimigos valorosos esses nazistas filhos da puta", mas o tempo não é para pensar e sim para agir, Josh então empunha seu fuzil e como ele era um exímio atirador da elite dos Marines, o jovem soldado começa seu massacre particular e em pouco tempo cerca de 30 alemães tombam diante de sua milimétrica pontaria.

Atiradores audazes e corajosos os fuzileiros navais americanos tinham aos montes e talvez isso tenha feito o diferencial par salvaguardar a vida de outra centena de fuzileiros navais que avançavam na linha de frente contra os nazistas. Os atiradores americanos iam abrindo caminho para a invasão, pois os atiradores do "Germany Army" tbm eram muito habilidosos e já tinham matado dezenas de fuzileiros, mas com a mira telescópica, os fuzileiros navais americanos conseguem romper a barricada alemã e então surge um luz no fim do túnel. Os americanos começam a avançar e se postar tbm em casamatas e bunkers que eles tinha tomado dos nazistas e com isso o avanço era real neste momento e a vantagem começava a ir para o lado americano, mas a vitória ainda estava longe e qualquer vacilo, qualquer americano poderia perder a vida e foi o que aconteceu com Josh que afoito e animado tentou avançar mais do que devia sob as fileiras alemãs e não viu o nazista que se esgueirava por traz dele numa rocha e a ultima coisa que Josh ouvi foi um grito de seu compatriota Larry que desesperado disse: - CUIDADO JOSH, TEM UM NAZI ATRAZ DE VOCÊ! Mas não deu tempo para a reação e Josh é alvejado por3 tiros de fuzil que acertam suas costas e pernas e ao tombar pesadamente sob a areia rochosa, Josh ainda vê Larry matar o alemão que tina atirado nele e depois tudo fica escuro como o véu da noite......

A batalha termina, mas não a guerra estúpida e desumana que deixou milhares de pais sem seus jovens filhos. esposas viúvas e crianças órfãs, e o tom da agua da praia de Omaha antes límpida tinha se transformada num mar de sangue e a dor e a desgraça da morte tinham se impregnado naquele local e os milhares de gritos ainda parecia ecoar ao longe em busca de uma salvação que jamais viria e que em todas as guerra nunca houve vencedores e sim apenas derrotados de corpo e alma que para sempre marcaram suas vidas aqui e no outro mundo por participarem de uma coisa tão estúpida que os humanos por estupidez parecem adorar fazer, a autodestruição de sua própria espécie e chegará um dia que a raça humana se auto extinguirá.

Todos os feridos incluindo Josh foram levados para o Hospital de Campanha e depois transferidos para Hospitais no Reino Unido, Josh não corria mas perigo de vida, mas as balas tinham atingido sua coluna e Josh aos 24 anos não poderia mais andar e nem ter herdeiros e por isso sua vida acabara ali. Passado 60 anos após o DIA D, Josh nunca mais esqueceria deste pesadelo Deitado eternamente numa cama, o velho Josh ficara tetraplégico e sobrevivia da ajuda de um senhora que fora amiga de sua irmã e o aposento por invalidez que ele recebia do Pentágono era uma miséria que mal dava para seus remédios diarios e esse era o premio que ganhara ao defender ser "amado" país e como ele milhares estavam e ainda estão na mesma situação. E Josh agora vira que tinha sido um imbecil em sacrificar sua vida e sua juventude por nada e que por isso sua ama tinha morrido naquele dia e uma lágrima de dor sempre escorria do velho rosto enrugado.....Ao olhar para a parede de seu humilde quarto, Josh via quadros de seus familiares e uma medalha de honra ao mérito ganha por serviços a pátria. Ao olhar para a medalhar ele solta um esgares de dor:

- Oh my god! Como fui estupido e não percebi que numa guerra ninguém ganha nada apenas perde a alma......

 
FIM.
 
(Conto publicado originalmente em junho de 2004)
Eddy Vomit
Enviado por Eddy Vomit em 26/02/2021
Código do texto: T7193383
Classificação de conteúdo: seguro

Sobre o autor
Eddy Vomit
Rio Claro - São Paulo - Brasil, 48 anos
624 textos (46476 leituras)
6 e-livros (350 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 19:00)
Eddy Vomit

Site do Escritor