Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MULHER DOS SAPATOS TROCADOS

   Quem diria que Ordênia seria professora. Quando era criança nem gostava de estudar! " A Cartilha Caminho Suave " dela era toda em branco por não fazer as lições. Leitura era seu maior .sacrifício,definitivamente, não adquiriu o habito de ler.
    Ela vivia sempre com os sapatos trocados e aquilo não a incomodava nunca. Vivia feliz e a cantar e dançar.
   Cresceu e já era uma moça de estranhos hábitos. Na escola os colegas de classe viviam rindo da cara dela por causa de seus sapatos preto e outro  vermelho, parecia estar consciente dos acontecimentos, seus cabelos eram despenteados e a garota sentia prazer em ser ridícula e estranha. Loucura de menina, problemas de relacionamentos familiares, ou talvez falta de envolvimento social.
   O fato era tentar entender o porquê a Ordênia agora professora de ensino fundamental, para crianças, ainda era a mesma, os os sapatos trocados, um preto e outro vermelho. Os estudantes evitavam olhar em seus pés, para não cometerem Bulling ou qualquer outro tipo de discriminação e acabarem sentados em uma das cadeiras da diretoria da escola. Quando a professora virava as costas era motivo de risos. Afinal não é sempre que se vê algo assim tão espantoso no dia a dia.
   Vinte e cinco anos se passaram e a professora continua lá, na mesma escola, do mesmo jeito, até seu avental verde esmeralda parece ser o mesmo e seus sapatos velhos, um preto e outro vermelho, resistiram ao tempo. A cartilha ainda é a mesma também e por incriável que possa parecer, seus  alunos , foram todos alfabetizados e acima da média. Muitas pessoas certamente tiveram vontade de perguntar para Ordênia muitas coisas, mas nunca tiveram coragem.
   Dona Ordênia era feliz do jeito dela, no mundo dela. Nunca teve um namorado, não casou, não teve filhos o mais importante e que, quando saia do mundo sobrenatural,  ensinava o seu melhor e todos consideravam uma boa educadora.
Leila Rodrigues
Enviado por Leila Rodrigues em 28/03/2019
Reeditado em 08/04/2019
Código do texto: T6609894
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Leila Rodrigues
São Paulo - São Paulo - Brasil
440 textos (26987 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/08/20 05:00)
Leila Rodrigues