Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CIRCO

    O circo chegou em nossa região,nos anos setenta,com diversas atrações, trazendo para o povo de Guaianases um pouco de diversão. Nesta época não havia muitos lugares para um bom passeio. Então a chegada do circo foi uma alegria para todos.
    O dono do circo era seu Felix, viúvo, ele tinha agora apenas seu filho o Carlos, o braço direito dele, pois o rapaz o ajudava em tudo. Não só na administração como também nas atrações etc...
    Assim que o circo se instalou , Carlose alguns jovens bateram palmas na casa de dona Antonia e pediu água. Ela prontamente autorizou e eles começaram a tirar água do poço, enchendo vários baldes.Suprindo a necessidade do circo. Para retribuir deu alguns ingressos na mão de Layla uma das filhas da mulher.
    A menina ficou muito feliz e  parecia amor a primeira vista, seus olhares se cruzaram de repentemente sem que a mãe dela percebesse.
    A noite foram todos ao circo e se divertiram muito. A família de dona Antonia ficou maravilhada. Por vários dias eles ficaram pegando água no poço e eles davam ingressos como forma de agradecimento.
    Carlos e Layla estavam apaixonados a cada dia mais, uma expécie de amor platônico, visto que não rolou nem um selinho. Apenas se olham muito e se desejavam mas não conseguiam ficar juntos, devido a mãe dela estar por perto em todo tempo.
    O rapaz era muito bom nas atações com o elefante, o leão e também com o malabarismo. Layla chegava da escola, ficava no portão esperando o jovem vir buscar água.
   Eles estavam pegando água e de de repente ele disse para ela que o circo iria embora para Lençois Paulista. Lagrimas caem sobre sua face. Carlos abraça a garota correndo sem que, ninguém visse e dá um único beijo. Beijo que Layla nunca mais esqueceu. O circo foi embora e nunca mais se encontraram.





Leila Rodrigues
Enviado por Leila Rodrigues em 18/04/2019
Código do texto: T6626500
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Leila Rodrigues
São Paulo - São Paulo - Brasil
440 textos (26987 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/08/20 04:54)
Leila Rodrigues