Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu mendigo.

... as duas da manhã,a insônia espirrou e levantei-me.Peguei minhas mudas de roupas,coloquei dentro de um saco de papel,já amarelado pelo tempo.Estava com um mau hálito,misturado com gosto de vodka  da mais barata...
Coloquei meu blusão de couro, que ganhei do lixo,e prossegui a caminhada...
Meu estômago barulhento incomodava meus ouvidos,mas nada tinha pra comer,peguei no meu bolso direito um pedaço de pão de ontem e tentei mastigar,meus dentes quebrados e podres sentiam cada mordida minha...mas estas dores são poucas...vistas a que eu sinto na mente...quando passo pelas calçadas , tento não olhar para os espelhos das vitrines,elas compartilham a imagem de um ser desprezível, em vão tentam traduzir-me,resumir-me...
Vou caminhando..minhando...ando...sonhando.
Na subida da Serra São Geraldo , Pedro Bode olhou para baixo e chorou.
Daniel Bode
Enviado por Daniel Bode em 15/10/2019
Código do texto: T6769992
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daniel Bode
Medina - Minas Gerais - Brasil, 44 anos
11 textos (90 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/19 01:30)
Daniel Bode