Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Résigne-moi

Cartas ao vento,

Saudades de você me stalkeando no meio da madrugada para tentar me ler.
Você queria confirmar se os nossos astros davam “match”.
Saudades de te encher de perguntas sem receber as respostas.
Manter o mistério era o que você chamava de “a chama que nos mantém ligados”.
Saudades de escutar músicas cafonas da França só para te sentir um pouco mais perto.
Saudades de te perturbar ao final do dia exatamente no horário em que você fazia meditação ao se alongar com os movimentos de yoga. E você responder com mensagem de voz manhosa pedindo desculpas por estar fadigado.
Saudades de te enviar mensagem de bom dia mesmo sabendo que só me responderia na hora do almoço. Como um gatinho dengoso você gostava de acordar um pouco mais tarde.
“I’m not a morning person”. Eu adorava quando conversava em outros idiomas comigo.
Saudades, saudades, saudades.
Há coisas que ficam mesmo só na saudade.
De repente você se vai levando tudo o que descobriu.
Jamais saberei a razão da tua fuga.
Acordar de um sonho e saber que você nunca existiu.
Gabriella Gilmore
Enviado por Gabriella Gilmore em 27/07/2020
Código do texto: T7018200
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Gabriella Gilmore
Governador Valadares - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
448 textos (55387 leituras)
16 áudios (1274 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 18:29)
Gabriella Gilmore