Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O QUE ACONTECE NA RODOVIA ESTADUAL RO 383?

O QUE ACONTECE NA RODOVIA ESTADUAL RO 383? Em pleno 15 de Agosto de 2019


Ela liga o povo do interior que mais fizeram governador no Estado.

Quando não faz governador , faz Vice Governador.

Você já ouviu falar da cidade de Rondônia que tem o mais belo Mapa Geográfico? Que é a cidade Polo e que será a segunda maior cidade do Estado de Rondônia mesmo que os políticos não queiram?

Pois é.  Quem constrói cidades não são os políticos e sim o Povo , pois é o povo que produz, que consome, que contribui.

Santa Luzia d'Oeste,  Alta Floresta,  Parecis, Bosco, Alto Alegre dos Parecis,  Flor da Serra, São Luiz,  Marcão , Izidolandia, Geaze, Filadélfia, e distritos que não recordo os nomes, São núcleos urbanos que fortalecem a economia da cidade Polo e estão transitando por estrada mal conservada e o Vice Governador é  sabedor disso.

Não se façam de tolos Lideranças.
Estudem o Mapa

ROLIM DE MOURA
merece ser 100% asfaltada.
Alguém duvida disso?

O Supermercado Irmãos Gonçalves acredita.

Eu também acredito.

Eliozani Miranda Costa

Agente Penitênciario perseguido pela SEJUS de Rondônia

Já que fiz a primeira crítica e dei minha cara a tapa, prossigo com a segunda crítica:

PORQUE PARECIS NÃO É COMARCA?

Um município distante e eternamente dependente de Comarca Vizinha, pelo que seu povo é prejudicado por essa falha Estatal.

São aproximadamente 70 km entre Parecis e Santa Luzia d'Oeste no Estado de Rondônia e o governo não se esforça para melhorar as condições do povo de Parecis. Lembrando bem, não estou falando dos índios Parecis, Esses nem habitam mais a Região.
Foram levados para o Mato Grosso há muitas décadas atrás.

Próximo ao Parecis, ou seja, por perto do Distrito Vila Bosco, tem povos indígenas  (Sakirabyar), mas estou referindo toda a população do município de Parecis.

Se precisa fazer uma Cédula de Identidade tem que ir a Santa Luzia d'Oeste.
Se precisa registrar uma Ocorrência Policial tem que ir na Delegacia de Polícia Civil de Santa Luzia d'Oeste, pois se fizer no Quartel da Polícia Militar de Parecis, a PM tem que pegar a Viatura Oficial e se deslocar até Santa Luzia d'Oeste para concluir a Ocorrencia do particular, e assim fica a cidade do Parecis sem patrulha por falta de Viatura adicional e efetivo.

Se a pessoa é apontada como testemunha de fato ou ato levado à polícia, hora ou outra é intimada a comparecer na DP de Santa Luzia,  no Fórum, podendo ser por diversas vezes é por conta própria.

Cada deslocamento que implica, por vezes, percurso de mais de 200km (povo da Vila Bosco), gera despesas absurdas com passagens de táxi ou Transporte Coletivo Rodoviario, mais alimentação e hospedagem.

Isso os políticos não enxergam.

Um município antigo e distante tem que ser Comarca, tem que ter Delegacia, Cadeia Pública e Fórum.

Se somar às despesas de combustível e diárias e outros emolumentos, com Policiais Militares e Civis, Oficiais de Justiça,  e despesas em épica de eleições,  dá um montante assustador, mas ninguém leva em conta.

Um menor submetido à medida segurança,  ou um adulto detido ou preso, se é morador do Parecis ou Região,  deixa os familiares em apuros e mais pobres, pois nada se resolve no Parecis, só em Santa Luzia d'Oeste.

Então porque emanciparam Parecis?
O que significa ser emancipada? Não é ser independente?

Quando se emancipa não há previsão tácita de que seja Comarca?

Pois bem Senhores e Senhoras.
Já que não conseguem concluir a antiga Emancipação tornando a cidade em Comarca, que ao menos conclua a pavimentação asfáltica do percurso que liga a cidade simples à cidade Comarca.

Resta ainda 24 km da RO (Linha 45) sem asfalto , por onde os motociclistas se lambuzar de lama em épocas de chuvas a fim de resolver , em Santa Luzia d'Oeste, problemas do Parecis.

Época de estiada sofrem com a poeira, pois chegam em Santa Luzia quase irreconhecíveis e nem encontram um banheiro público para um banho digno e troca de vestimenta antes de se dirigir aos órgãos públicos que os obriga fazer o deslocamento.

Se o Estado é omisso em servir aquela população de modo adequado, instalando lá os órgãos necessários, deveria ao menos bancar as despesas de viagens e diárias,  pois são contribuintes iguais aos que tem de tudo em suas cidades.

Ou ao menos que o Estado os aumentasse de alguns tributos tais como ITR, IPTU e IPVA.

Acho um absurdo um único Juiz, único Promotor, unico Delegado e único Defensor Público para atender 3 municípios (Santa Luzia d'Oeste,  Parecis, Alto Alegre dos Parecis,  com seus distritos). Alguém sabe a soma total dos habitantes da região referida?

É ou não é inércia do Estado?
Ou não é inércia dos políticos locais que não buscam melhorias para seu povo?
Tatunge Nare
Enviado por Tatunge Nare em 15/08/2019
Código do texto: T6720795
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tatunge Nare
Campo Novo do Parecis - Mato Grosso - Brasil
528 textos (44474 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/09/19 01:19)
Tatunge Nare