Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sarjeta


Era um belo dia e na beira da estrada.
Eu vinha caminhando e encontrei você deitada.
Meus olhos brilham esquizofrenicamente.
Pensando ser esperto e tentei roubar seu coração.
Não posso mais falar sozinho e não posso te dizer pessoalmente.
Parece um tanto louco, mas me sinto desse jeito.
Perseguindo a noite em chamas sem viver o que esqueci.
Não parecia ser mentira, ate tentar dormir.
Tentei não me importar em meio à explosão.
As rachaduras da lua continuam longe de nós.
Com lagrimas ou não, nunca foi fácil explicar.
Eu te convidei e você aceitou.
Fiquei te esperando e você nem se importou.
Quando eu percebi que você não vinha mais.
Tudo que eu queria era volta atrás.
Ate aquela sarjeta onde encontrei você.
Olhar bem nos seus olhos e deixar você morrer...
Eduardo Perez
Enviado por Eduardo Perez em 01/07/2019
Código do texto: T6685508
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Eduardo Perez
São Paulo - São Paulo - Brasil
94 textos (4513 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 16:10)
Eduardo Perez