Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lembranças e presença

Camila, bichin,

Lembro das nossas lindas noites como ontem, das conversas intrigantes, sem subestimar a capacidade um do outro, das brincadeiras e piadas que eu achei que você não fosse gostar, mas sorria. Das coisas que eu dizia pra te assustar, mas você não se importava. Dos olhares, entre um beijo e outro, onde o teu parecia um ponto no céu pra onde minha energia partia como um raio e retornava como paixão.

Lembro dos pequenos afagos, dos sinais da tua guarda baixando, dos cheiros que você dizia não sentir, dos desejos que as nossas mentes criaram pelas entrelinhas. Lembro das novidades que você já tinha ouvido antes, das risadas olhando meus desenhos, das frases escritas com a única intenção de tirar um sorriso teu. Das situações engraçadas que passamos, da segurança que você me passa só com tua voz e da admiração que te passo com a minha.

Foi ontem. Hoje você não está bem. Tuas lágrimas me cortam, tua angústia me atinge, tua dor percorre meus pensamentos.  E tudo que eu mais quero é estar com você. Houveram situações na minha vida onde não pude contar com alguém e sofri, e ainda sofro as vezes, mas não quero deixar alguém como você sem meus braços como escudo, sem meu corpo como cobertor, sem meu ombro para o acalento.

Minhas palavras te dizem o que eu sinto, que você é tão forte quanto sincera. Que você pode conquistar o que quiser, pois é tão inteligente quanto sábia. Que você pode superar teus desafios, pois é tão resiliente quanto madura. Que teu espírito é tão bonito quanto teu coração. Que tudo que você já viveu não poderia ser diferente, tão necessário quanto o sol que você representa na vida de muita gente. E que eu sou tão apaixonado por isso tudo quanto você é teimosa, uma verdadeira força da natureza que só pode ser contemplada e jamais controlada.

Eu te acompanhei nessas coisas boas, as vivi. E estou aqui, por você, também agora, nessa triste situação, vendo todo esse peso nos teus ombros, com teus joelhos doendo, e mesmo que fraquejando, levantando com cabeça erguida. Haja o que houver, estarei aqui para mais lembranças, para mais vivências, para mais experiências, para mais... do pequeno ao grande, do bobo gesto ao trabalho que precisar, do abraço apertado e calado ao choro entalado...

Quero ser teu parceiro pro que der e vier, quero que conte comigo nos tempos nublados, quero que saiba o quanto você é importante, o quanto eu te respeito, o quanto eu quero teu bem. Não quero ser uma bengala, mas aquela voz que você ouve quando está prestes a cair: Resista! Não quero ser importante por te ajudar, mas pelo que eu sou. E esse sou eu, lembranças e presença, numa tentativa de te dar o melhor de mim.



Pedro Henrique Miranda
Enviado por Pedro Henrique Miranda em 06/06/2019
Reeditado em 09/07/2019
Código do texto: T6666136
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Henrique Miranda
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 31 anos
30 textos (963 leituras)
1 áudios (29 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/19 12:34)
Pedro Henrique Miranda