Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cindy, no país das Maravilhas.

Querida Cindy!

Quanto tempo hein?
Eu em relação a você, para ser bem sincera, é como se o tempo não existisse.
Quero dizer, é como se o tempo que conhecemos não fizesse muita diferença quando o assunto é você.
Bem, não vou ficar aqui repetindo coisas que você já sabe, e a influência que a sua existência tem sobre a minha pobre e fraca existência, estou aqui para falar de poesia.
Você, minha amiga, tem um talento delicioso, e quando paro para pensar no esforço que você faz para se reprogramar ai nos USA, para ser quem você pensa que precisa ser, me doí na alma.
Você é, e ponto final.
E é essa pessoa que eu quero que volte a ser.
Não estou pedindo.
Isso é uma ordem!
Por quanto tempo mais você vai insistir em nadar nesse oceano de emoções, sendo quem você não é, para agradar pessoas que irão sair da sua vida deixando apenas marcas de ilusão?
Está ai, uma definição nova de tolice!
Pois bem. O que necessariamente um artista precisa ter para escrever/compor/atuar?
Inspiração?
Hummmmm
Ok.
E como a gente consegue essa inspiração?
Eis ai a pergunta correta!
Como a Cindy conseguiria inspiração para cantar ou para escrever?
Bom, primeiramente aquele que não ouve a voz interior ou não enxerga os pequenos detalhes da vida acenando para nós, podemos dizer que este virou um robô.
Se você não é uma “A.I” , ainda temos esperanças. Rs.
A segunda coisa é ler, e ler com os olhos dos outros. Entende? Ou não??
Minha vida às vezes é um saco. Pois acredite, ela é.  E o que fazemos quando a vida está chata?
A gente cria, fofa!
E como o artista cria um ambiente para sair dessa chatice?
Oras! Ele fantasia. Eis ai um truque.
Você, Cindy, é o tipo de garota que gosta de chamar atenção.
Não é pra rir. Eu estou falando sério e você sabe que é verdade.
Então, se sua vida ficar chata, escreva para chamar atenção dos outros!
Sacou?
E se por ventura sua vida chata não conseguir chamar atenção o suficiente, é a hora de voltar a criar um alter ego para você, meu amor!
Tenho até medo do demônio que pode sair dai de dentro...
Sabe esses “capetão” sedução que a gente vê por ai e não podemos fazer nada a respeito, pois podemos todos morrer no mármore do inferno? Pois é, é essa entidade que sai da gente quando estamos com fogo no... nariz.
Enfim, esperar inspiração cair do céu, eu acho pouco provável.
O mais difícil você já tem que é o talento nato, a alma lírica, agora o resto é você deixar seu velho e verdadeiro eu sair dessa prisão, para voltar a chamar atenção, fazer bico, cara de mimo etc.
Você tem algo que muitos não têm: uma doçura misturada com pimenta malagueta.
É, pode ser isso uma definição de quem é a Cindy verdadeira, aquela antes de cair no buraco do coelho...
Lembre-se que você ainda está no país das Maravilhas, e nunca se esqueça de se perguntar até quando estará ai neste lugar... o seu lugar exterior.
Gabriella Gilmore
Enviado por Gabriella Gilmore em 09/05/2018
Reeditado em 09/05/2018
Código do texto: T6331520
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Gabriella Gilmore
Governador Valadares - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
448 textos (55384 leituras)
16 áudios (1274 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 04:27)
Gabriella Gilmore