Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PODE...

   Pode, ser que um dia, tua memoria traga as lembranças do que prometesse para alguém.
    Pode, até ser que o tempo tenha te feito esquecer, dos bons momentos vivido.
    Pode, ter acontecido o inesperado, aquele momento que silencia
dando preferencia ao tempo.
    Pode, ser que, nuca teve  sentimento verdadeiro, tudo foi uma fantasia um desejo sem amor.
    Pode, recordar quem sabe,  de quantos PODE, foram citados e hoje já não usa mais.
   Pode, em pergunta, era assim que  usava, hoje distante de tantas outras perguntas, PODE passou a ser ignorado.
   Pode, era o desejo de saber  como estar, de viver os encantos da vida.
   Pode,  Não se esquece quando se quer, nem ignora quando se deseja nem culpar o tempo,  nem a distancia de saber se PODE.
   Pode, ser que um dia esse PODE reaviva e der sentindo pra outras palavras.
    Então: nunca prometa um PODE para alguém quando não se pode corresponder como pode, todo pode, tem que ser verdadeiro  sem deixar que as atitudes estraguem, pode ser, que se deixe uma grande cicatriz  na alma do sentimento, o que não pode pra sim, não pode para o próximo, pode ate ser que um dia entre o posso e o pode, vivermo um PODE sincero.

 
Marta Amaral
Enviado por Marta Amaral em 22/11/2017
Reeditado em 22/11/2017
Código do texto: T6179225
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Marta Amaral
Arapiraca - Alagoas - Brasil
1154 textos (25795 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/08/20 14:50)
Marta Amaral