Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Perseguindo sonhos

.:.
Perseguir você é difícil porque há muita potência acumulada e muita energia para ser queimada.

Devemos decidir nossas vidas sozinhos, mas a dois – seria o ideal. Buscamos nossos corpos e neles estão todos os nossos sonhos, desde o mais simples aos mais esdrúxulos. Desde o acordar e dar “Bom dia!”, ao de, antes de deitar, estender a mão para o firmamento, exigindo que a Lua nos ilumine em nossos momentos de amor.

Não! Nada nem ninguém interferirá em nossos planos. Cabe somente a nós dois decidir para aonde queremos ir e de que forma tudo isso acabará. Em razão da finitude humana, que tenhamos nossos melhores momentos no mundo paralelo que criaremos para viver o nosso amor, sem medos nem limites, louco e inconsequente como o sofrimento que nos atormenta antes do primeiro, sofrível e tardio toque.

Todas as vezes que estamos juntos e ‘deitamos’, apesar da ausência, sinto você presente e o meu mundo se torna apenas seu. Meu corpo, minha mente, meus desejos... Tudo gira em razão do que projeto, buscando tocar minha ilusão. Entretanto, ‘deitaria’ com você para contar as estrelas, para ouvir canções de ninar, dar gargalhas com piadas bobas da convivência, ouvir suas confissões, medos e participar da realização de todos os seus planos...

Talvez resida na aparente incerteza a essência de acreditarmos que estamos no caminho certo. Quando o mundo nos surpreende, é essa angústia, é esse temor, diante do novo, que nos faz, apesar de todos os contratempos, felizes. Quão infeliz seria a vida se tivéssemos apenas certezas! Sem curiosidade, sem medo, sem buscas... Existir seria tedioso.

‘Eu te amo!’ Sim, essas três palavrinhas são ditas demais! E muita gente responde com singelo “Eu também!”, ou nem responde... Entretanto, quando não podemos demonstrar o que sentimos, quando os entraves espaciais não nos dão nada, além de perspectivas, que mudam diariamente, precisamos nos agarrar ao que temos. Quando não podemos demonstrar que amamos, devemos, pelo menos, falar, pois o amor é construção inacabada e, todos os dias, devemos colocar novos tijolos. Entre falar “Eu te amo!” e silenciar, falar parece mais atraente… E por isso falo, reiteradamente, “Eu amo você!”. Permita-me, sem tantos receios, provar isso. Antes, permita-se!

É gratificante saber que podemos esquecer o que foi dito – não por negligenciarmos o que sentimos, mas por sabermos que foi dito num momento de raiva e de angústia. Como sofrem aqueles que fogem do que desejam. Como magoam e são magoados corações que digladiam, quando tudo o que desejam é amar. Sim, esqueço tudo... Esqueçamo-nos de tudo o que foi dito sem o propósito de nos aproximar. Toda palavra dita deve ser abençoada e minha maior bênção é repetir que amo você!

A vida passa muito rapidamente. Sem que nos apercebamos, estaremos velhos... E, na velhice, o mais importante é a leveza da palavra dita, respeitosamente. Portanto, que tal paramos de brigar, de nos ofender, mutuamente, e repensarmos nossas atitudes. Vamos dispender nossas forças em prol de nós dois e não em prol da discórdia e da separação. Não queremos dar adeus – se desejássemos dar adeus já o teríamos feito.

O seu corpo é o jardim onde quero semear a vida. Dentro dele, latente, existe o condão da existência humana... Quer gerar nossa descendência? Quer sentir-se plena, ser presente da vida que somente de você, enquanto fêmea, pode brotar? Tenho o pólen e meu beija-flor quer bicar seu botão, deixando florescer nova e bela vida, em plenitude, cheia de graças e de bênçãos.

Vamos perseguir carros, correr pela praça, pular de alegria, gargalhar e ser feliz. Ao redor das nossas cabeças está um mundo de possibilidades, mas, dentro delas, dentro de nós, está a única forma de sermos um. Venha! Estou aqui, esperando, sempre! Aceite meu convite. Aceite se lambuzar de felicidade e nunca mais sofrer a dor da espera.

Preciso de você para que me encontre. Estou perdido. Minha vida precisa, ao tocar a sua, prosseguir. Vamos olhar, juntos, numa mesma direção e ser feliz? Toparia?

Releia o que já foi dito e acrescente que tudo pode valer a pena. Se é tão bom na ausência, será bem melhor na presença.

Tudo o que desejo está em você: nos seus olhos, corpo, mente, na alma... Se o sentimento que nos invade e nos assusta não fosse bom, já teríamos, repito, dado adeus há muito tempo. Se ainda estamos aqui é porque precisamos nos dar oportunidade de sentir a verdade que brota dos nossos olhos perfeitos.

Seus olhos, nas fotos, é tudo o que tenho, tudo o que vejo. Mudar isso, permitir o real contato, garanto, é o que precisamos para transformar confusões mentais em infinitas declarações de amor. Reitero o convide: estou aqui, esperando – tenho pressa, sim! Venha! Venha me amar e nunca mais irei embora, eu prometo!

Iguatu-CE, 3 de outubro de 2013.
14h23min
.:.
Nijair Araújo Pinto
Enviado por Nijair Araújo Pinto em 03/10/2013
Código do texto: T4509524
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Nijair Araújo Pinto
Crato - Ceará - Brasil, 48 anos
2466 textos (81997 leituras)
91 áudios (1983 audições)
3 e-livros (575 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/01/20 14:40)
Nijair Araújo Pinto