Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lavras do Esquecimento

Apura-te, energia
lacrimejo e me queixo hoje em dia
em tudo, sempre que te encontro
me inclino numa borda

replico o toque
colido nas palavras que te escrevo
e não deploro
um chodó, uma fantasia

queixo-me por não as retocar
cauteloso vem o nervosismo
dobro-me na gentileza
e me alimento coberta de dôr

posso dizer-te pelo olhar
o que contas quando partis-te
e as côres das sombras
que deixás-te ...

Me obrigo
retomo a queixa, do que me arrancás-te
ensina-me a amar
ou fica como esquecido
Divavid
Enviado por Divavid em 04/06/2010
Reeditado em 18/12/2018
Código do texto: T2299443
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Divavid
Köln - Nordrhein-Westfalen - Alemanha
1088 textos (56226 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/20 01:28)
Divavid