Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
DEIXA-ME DIZER QUE TE AMO
Publicado por: JB Xavier
Data: 29/01/2008
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
Autor:J.B.Xavier
Edição e voz: J.B.Xavier
Música: Insane Love- Italian Orchestra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Texto

- Ouça o áudio deste poema, declamado pelo autor, clicando no link abaixo.
Listen to the audio of this poem, recited by the author. Click HERE.
 
- Ouça os áudios de todos os poemas postados, declamado pelo autor, clicando no link abaixo.
Listen to audios of all the published poems, recited by the author. Click HERE.
 
- Assista a todos os vídeos do autor no YOUTUBE, clicando no link abaixo 
Click to watch all JB Xavier's works on YOUTUBE:
 
- Adquira o livro de contos "Caminhos" de JB Xavier, clicando no link abaixo.
Purchase JB Xavier's short stories book "Paths". Clik HERE.
___________________________________________________

DEIXA-ME DIZER QUE TE AMO
J.B.Xavier


Deixa-me dizer que te amo, antes que seja preciso dizer adeus...
Deixa-me acariciar as pétalas de tuas faces,
Antes que eu me vá, e já não tenha senão tuas lembranças...
Deixa-me sorrir antes das lágrimas, sentir a vida que encerras,
Antes que o horizonte se desfaça e os sonhos se percam...
Deixa-me ser tudo o que tens, porque te pertenço, ainda que não saibas,
E ainda que sorrias das minhas palavras,
Deixa-me beber esse sorriso, na sede eterna de ti que me habita...

Leva-me em teus sonhos, enquanto temos sonhos a sonhar....
Deixa-me repousar em um pensamento qualquer que te faça feliz,
Antes que o tempo leve de ti as lembranças de mim...
Leva-me ao menos como um rascunho de teus mais simples planos,
Enquanto ainda há rotas a traçar e caminhos a percorrer,
E pelas veredas que caminhares, enquanto és reticências,
Deixa-me eterna e perenemente sorver tuas dúvidas,
Enquanto ainda as certezas não te imobilizaram a alma...

Leva-me em tuas intuições, pereniza-me em tuas intenções,
Antes que eu me torne apenas uma fotografia esmaecida...
Deixa-me mergulhar no brilho dos teus olhos, quando falas de vida!
E deixa-me viver tua existência, início e fim da minha própria,
Antes que o futuro desvaneça nossas sublimes intenções...
Leva-me em alegria pelas auroras e ocasos, e mostra-me teus sonhos
Nos quais viverão os meus, enquanto a existência ainda pulsa em nós
E formos esse toque suave de amor em nossas almas...

Deixa-me confessar que é na suavidade de tua distração
Que planto meus sonhos, nos campos verdejantes da esperança...
Leva-me ao teu mundo, e abandona-me lá, num fim de tarde de magia,
Numa rua qualquer onde eu possa viver em teu universo,
E deixa-me viver assim, nessa eterna e tão sonhada alegria.
E no momento maior dessa emoção em que me inflamo,
Deixa-me, pelo menos, sussurrar ao teu coração,
E antes que seja preciso dizer adeus, deixa-me dizer que Te Amo...

* * *
JB Xavier
Enviado por JB Xavier em 29/01/2008
Reeditado em 30/12/2014
Código do texto: T837511
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
JB Xavier
São Paulo - São Paulo - Brasil
1128 textos (192683 leituras)
51 áudios (19342 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/11/19 18:54)
JB Xavier

Site do Escritor
Rádio Poética