Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
Felina
Publicado por: Nijair Araújo Pinto
Data: 29/05/2020
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
Nijair Araújo Pinto

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Texto

Felina

.:.
Felina

Que cabelos são esses
que me escorrem pelas mãos?
Feitiços de bem-querença, sinais de mansidão.
Esses olhos sedentos, são desejos incontidos,
ou insídias de felina incorporadas em mulher?

Quando toco teus cabelos;
quando miro teu olhar.
Sinto-me tão frágil e entregue
que tenho ímpetos de voar.
Lembro que sou homem e não anjo,
arrebatado por um corpo que me quer.


Que lindos seios tens, doce menina!
Estão encobertos,
mas tenho o poder de desnudá-los.
É uma força tão forte e minha que consigo,
acredite, até tocá-los!

Se pudesses imaginar o que agora,
que pensamento me invade o inconsciente;
Ficarias tão feliz e contente;
arrepiada e demente,
que suspirarias, sem demora.

Estamos longe, distantes...
Seríamos amantes?
Se o fôssemos, de que tipo,
em que circunstâncias?
Ah, Menina! Não afugentes a discordância.
Se assim o fizeres,
esquecerei que um dia
vi em ti uma menina e não uma mulher!
E isso é mau, aceitarias?

Fortaleza, 02 de fevereiro de 2002.
Nijair Araújo Pinto
Enviado por Nijair Araújo Pinto em 04/06/2007
Reeditado em 24/05/2020
Código do texto: T514056
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Nijair Araújo Pinto
Crato - Ceará - Brasil, 49 anos
2543 textos (87905 leituras)
104 áudios (2092 audições)
3 e-livros (580 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/20 16:12)
Nijair Araújo Pinto
Rádio Poética