Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio

Texto

Libelula

Libelula desenhada no meu crepusculo de outono, donde acorda depois de
conversas da tarde lirica, as asas acesas voando livre a noite no mar
salgado. Embaixo das estrelas, em cima do telhado, embaixo da arvore,
em cima da escada. Luzes indesejadas nas sombras condenadas. Pousando devagar e a parar..translúcida! - nasce e cresce esse Poeminha, da morta esperança, ainda na sua ingenuidade. Invisivel dormente e trêmula, mas que dança uma menina de corpo unico.
Pyter
Enviado por Pyter em 18/12/2007
Reeditado em 27/12/2007
Código do texto: T783493


Comentários

Sobre o autor
Pyter
Salvador - Bahia - Brasil, 38 anos
29 textos (11185 leituras)
8 áudios (1380 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/07/20 04:08)
Pyter
Rádio Poética