Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio

Texto

Maldade

Houveram tantos "eu te amo" entre nós
Ainda não acredito que tenha terminado assim
Éramos um só em nossos lençóis
Ainda era cedo para o fim

Você se foi sem pena
Caminhando se foi sem olhar para trás
E agora o viver me condena
Te ter comigo nunca mais;
De nossos planos o que faço?
E as nossas fotos não consigo apagar
Não era um nó, era um laço
E você com ingratidão conseguiu desatar,

Agora todos os dias ao acordar
Choro sozinho sem te ter ao meu lado
Está sendo difícil continuar
Não penso mais no futuro, eu só lembro do passado
Eu não sabia que te amar seria tão arriscado
Agora eu vejo que não tenho mais vida
Mesmo assim ainda alimento a esperança
De apesar de tudo ainda encontrar uma saída,
Você foi tão bandida me fazendo sofrer
Você foi tão desumana me fazendo chorar
Mas apesar das vezes que me fez morrer
Eu ainda te aceito se quiser voltar.
Júnior Cordeiro
Enviado por Júnior Cordeiro em 16/04/2018
Código do texto: T6310144
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Júnior Cordeiro
Fortaleza - Ceará - Brasil, 44 anos
43 textos (1413 leituras)
19 áudios (515 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/08/20 07:45)
Júnior Cordeiro
Rádio Poética