Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
OUTRAS CORES...
Publicado por: André Luiz Pinheiro
Data: 29/05/2018
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
Outras Cores... André Luiz Pinheiro. Roselves Alves. (Agradecido pela gentileza e sensibilidade poeta)


Texto

OUTRAS CORES...

Sei que o arco-íris tem encantamento
Sob o sol se descobrindo após o vento...
Ele traz da natureza o dom Divino
No azul do céu as gotas do destino...
E dali se fazem as cores infinitas
Que não cabem nas paletas eruditas
São as cores que colorem este mundo
Que escapam ao olhar por um segundo...
Se eu pudesse enfeitava seus jardins
E pintava a cada ser os tons sem fim...

Para as cores retirarem o sofrimento
Com pincel do amor, no coração do tempo...


Enlaces Dísticos - Criação da poetisa Aila Brito

Autor: André Luiz Pinheiro
03/10/2015


Interação da poeta ROBERTA LESSAA
(Obrigado sempre poeta)

MIL PUDORES EM CORES - há em mim miríades de sóis  - há em mim miríades de bemóis - há em mim miríades de paióis - há em mim miríades de faróis - há em mim miríades de atóis - há em mim miríades de arrebóis - há em mim miríades de lençóis

MIL BASTIDORES EM DORES - há em você incontáveis belezas - há em você incontáveis riquezas - há em você incontáveis sutilezas - há em você incontáveis miudezas - há em você incontáveis grandezas - há em você incontáveis proezas - há em você incontáveis certezas

MIL AMORES EM ÁRVORES - há em nós infindáveis emoções - há em nós infindáveis condições - há em nós infindáveis ilusões - há em nós infindáveis contemplações - há em nós infindáveis concepções - há em nós infindáveis alienações - há em nós infindáveis migrações

MIL VALORES EM FLORES - há no outro olhares de revolta - há no outro olhares de escolta - há no outro olhares de reviravolta - há no outro olhares de recolta - há no outro olhares de pernalta - há no outro olhares de ribalta - há no outro olhares de faculta

MIL PRIMORES EM DISSABORES/ - há no porvir esperança de tramitação/ - há no porvir esperança de ostentação/ - há no porvir esperança de integração/ - há no porvir esperança de complementação/ - há no porvir esperança de contemplação/ - há no porvir esperança de evolução/ - há no porvir esperança de aproximação

MIL SABORES EM FAZERES/ - há na essência o potencial existencial/ - há na essência o potencial universal/ - há na essência o potencial infinitesimal/ - há na essência o potencial racional/ - há na essência o potencial exponencial / - há na essência o potencial unilateral/ - há na essência o potencial emocional/
André Luiz Pinheiro
Enviado por André Luiz Pinheiro em 21/10/2015
Reeditado em 24/08/2016
Código do texto: T5422867
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
André Luiz Pinheiro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
861 textos (32095 leituras)
4 áudios (188 audições)
2 e-livros (156 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/08/20 15:10)
André Luiz Pinheiro
Rádio Poética