Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio

Texto

Espaço Branco

Além do espaço e do tempo
Além de qualquer pensamento
Acima do que se pode ver
Tão improvável que não se pode crer,

Esse tão malvado espaço
Que tanto teima em ficar entre nós
Frio, duro como aço
Como eu faço para ouvir sua voz?

Tão atroz que isso aconteça
Que eu amanheça e anoiteça chorando
Toda a tristeza que a tua ausência me pesa
Me resta essa reza onde sofro clamando
Gritando o teu nome como um louco qualquer
Pelas praças, ruas e caminhos
Te imaginando ser minha mulher
Estando juntos, nunca mais sozinhos

Mas o espaço teima em te afastar
É essa a canção triste que o sino retine
É o meu coração o teu nome a chamar
Com essa tristeza tanta, é assim que se exprime.
Júnior Cordeiro
Enviado por Júnior Cordeiro em 08/03/2018
Código do texto: T6273677
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Júnior Cordeiro
Fortaleza - Ceará - Brasil, 44 anos
43 textos (1413 leituras)
19 áudios (515 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/08/20 07:54)
Júnior Cordeiro
Rádio Poética