Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio

Texto

Sonhei sonhos quase imaginários
Lutei comigo mesma não suportei
Aprendi apenas que estou viva e
Meu corpo anseia por desejos que
Não conseguia ter, VIRTUAL?
Não! Quero sentir carne com carne
Quero suas mãos passeando em mim,
Minha boca saliva com desejo de beijar
Resolvi tentar ser feliz!
Quero um homem só meu!
Que me aconchegue !
Que deite e levante comigo..
Me deseje e faça amor sem pudor,
Que seja só meu, meu apenas,
Quero com ele romper barreiras
Da imaginação com deleite sensual
No extremo da minha loucura
Abri a porta do coração e deixei
O amor entrar!
Quero sentir o maior gozo como
Se fosse o último e sugar meu corpo
No ensejo do desejo contido
Escondido, vou me dá toda
Sem preconceitos, apenas
Extasiada ficar na hora do amor.

Poetisa Menduina

Menduina
Enviado por Menduina em 29/05/2010
Reeditado em 23/08/2010
Código do texto: T2287462
Classificação de conteúdo: moderado


Comentários

Sobre a autora
Menduina
Nilópolis - Rio de Janeiro - Brasil
564 textos (37082 leituras)
26 áudios (2856 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 01:11)
Menduina

Site do Escritor
Rádio Poética