A CANETA DO POETA - JOÃO LUIS DE OLIVEIRA

Publicado por: roselves Alves
Data: 05/08/2022
Classificação de conteúdo: seguro

Créditos

Poesia de João Luis de Oliveira
Voz : Roselves Alves

A Caneta do Poeta

A caneta do poeta

É só um título fantasia

Poeta é um ser muito nobre

Seria muita ousadia,

Mas sonhar não é pecado

o recado ja foi dado

Quem sabe poeta um dia

Ao ver um caderno em branco

E o pensamento em sintonia

Desperta a caneta em meus dedos

Vou fazer uma poesia

Ao ver as linhas em branco

Foi difícil me conter

Aí veio um pensamento

Fazendo um verso nascer

A caneta,

Ainda bem que tem voce

Onde eu posso rabiscar

Tentar fazer os meus versos

E minha tinta utilizar

A folha,

Te recebo com carinho

Meu destino não sabia

Agora que me encontrou

Estamos os dois em sintonia

Caneta,

Enquanto as folhas não terminarem

Vou escrevendo sem parar

Darte-ei vida para sempre

Até o dia em que eu secar...

João Luis de Oliveira
Enviado por João Luis de Oliveira em 26/02/2022
Código do texto: T7461087
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.