Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
Salmo 53 interpretado
Publicado por: oliprest
Data: 19/12/2018
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
Título: Salmo 53 interpretado
Autor: Oli Prestes
Voz: Oli Prestes

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oli de Siqueira Prestes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Texto

Salmo 53 interpretado

Interpretando o Salmo 53

Sl.  53:1. “Diz o néscio no seu coração: Não há Deus. Corromperam-se e cometeram abominável iniqüidade; não há quem faça o bem.”
O salmo inicia referindo-se ao néscio, que corresponde ao ímpio em outra tradução bíblica. Logo, não se refere ao povo santo. Pois, o ímpio, conforme o texto, diz que não há Deus. Isso o povo santo não faz.
Por conseguinte, o texto seguinte diz que corromperam-se e cometeram abominável iniqüidade. O povo santo não faz isso. Porque o povo santo sabe o que é abominação e não a pratica.
O texto final desse versículo diz que não há quem faça o bem.
Ora, o bem, é um adjetivo da lei ou mandamento de Deus, veja:
Rm. 7:12. “De modo que a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom. 13. Logo o bom tornou-se morte para mim? De modo nenhum; mas o pecado, para que se mostrasse pecado, operou em mim a morte por meio do bem; a fim de que pelo mandamento o pecado se manifestasse excessivamente maligno.”
Isso não pode acontecer com todo o povo de Deus, embora nem todos pertencentes ao seu povo o faça.
Pois o seu Espírito diz o seguinte:
2 Jo. 1:4. “Muito me alegro por ter achado alguns de teus filhos andando na verdade, assim como recebemos mandamento do Pai.”
Logo, nem todos guardam os mandamentos, o qual é a lei de Deus e a sua Verdade e a sua Justiça. Sl. 119:142, u.parte e v. 172, u.parte.
Então o texto não se refere ao povo de Deus.
Sl. 53:2. “Deus olha lá dos céus para os filhos dos homens, para ver se há algum que tenha entendimento, que busque a Deus.”
Os filhos dos homens não são os filhos de Deus. Deus chama de filhos dos homens aos gentios. Ao seu povo ele dá outro tratamento como veremos adiante.
Sl. 53:3. “Desviaram-se todos, e juntamente se fizeram imundos; não há quem faça o bem, não há sequer um.”
Novamente é feito menção ao bem, a lei de Deus, cfe. citação anterior.
Esse texto diz que desviaram-se todos e juntamente se fizeram imundos. Isso o povo santo não faz, porque sabe o seu dever.
Sl. 53:4. “Acaso não têm conhecimento os que praticam a iniqüidade, os quais comem o meu povo como se comessem pão, e não invocam a Deus?”
Observemos que nesse texto é feito contraponto aos que praticam a iniqüidade. E diz que os que praticam a iniqüidade comem o povo de Deus como se comessem pão, e não invocam a Deus.
Ora, nesse texto fala de duas classes de pessoas, a saber: os obreiros da iniqüidade e o povo de Deus. Logo o texto não se refere pejorativamente ao povo santo também.
Sl. 53:5. “Eis que eles se acham em grande pavor onde não há motivo de pavor, porque Deus espalhará os ossos daqueles que se acampam contra ti; tu os confundirás, porque Deus os rejeitou.”
Nesse texto fala de um povo que sem razão se achará em grande pavor. Logo não fala do seu povo. Pois o povo santo está firmado na rocha, a palavra de Deus. E sendo o seu povo justo, ele não teme más notícias. Também diz que Deus espalhará os ossos daqueles que se acampam contra ti. Esse “ti” é uma referência ao povo santo. Também diz “tu o confundirás”, porque Deus os rejeitou. O texto entre aspas é uma menção ou referência ao povo santo. E a parte final, referindo-se ao povo ímpio, diz que Deus o rejeitou,.
Sl. 53:6. “Oh! Se já de Sião viesse a salvação de Israel! Quando Deus fizer voltar os cativos do seu povo, então se regozijará Jacó e se alegrará Israel.”
O texto final fala de Israel como povo santo; fala dos cativos do seu povo e do regozijo de Jacó e que Israel se alegrará.
Portanto, o Salmo não se dirige a todos os humanos quando fala sobre os filhos dos homens, os quais se desviaram todos, que cometem abominável iniqüidade e não fazem o bem, ou seja, não guardam a lei ou mandamentos de Deus.
Esse salmo é idêntico ao 14, exceto o versículo 6, o qual é diferente neste, já que o 53 tem apenas seis versículos, enquanto que o 14 tem sete.

Oli Prestes
Missionário
oliprest
Enviado por oliprest em 19/12/2018
Código do texto: T6530623
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oli de Siqueira Prestes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
oliprest
Manaus - Amazonas - Brasil, 69 anos
3072 textos (286515 leituras)
326 áudios (4707 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/11/19 10:07)
oliprest

Site do Escritor
Rádio Poética