Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio

Texto

O MELHOR DESTA TERRA

Entre as promessas feitas por Deus aos obedientes a Ele, está a de que comerá o melhor desta terra. E alguns que estão comendo exóticas iguarias acham que elas são as melhores. O que seria o melhor desta terra? Vejamos:

Quando Deus retirou o povo de Israel do Egito, passou a alimentá-lo com alimento mandado por Ele, ao qual o povo chamava maná. Diz a Escritura que o povo o colhia cedo, antes que o sol aquecesse, pois, com essa ocorrência, derretia. E esse foi o alimento para aquele povo por quarenta anos.

Mas o mau costume do povo, o qual estava habituado a comer carne, peixe, alho e cebola no Egito, levou alguns a murmurarem, razão porque Deus prometeu dar carne para eles comerem. Diante disso Moisés perguntou a Deus como se poria mesa no deserto. E Deus enfatizou que não seria um dia nem uma semana, mas um mês. Assim, Ele fez chover pássaro comestível sobre o arraial do povo, o qual o comeu com tanta avidez que se tornou coisa nojenta para eles, e lhes saiu pelo nariz. O resultado foi a morte de oitenta e cinco mil dos mais robustos deles.

Os murmuradores falaram mal do alimento dado cotidianamente por Deus, que o chamaram de pão fastiento ou pão miserável, conforme a tradução ou versão bíblica.

Em mais de um texto bíblico é dito que Deus os saciou com pão dos anjos. Então aquele alimento era da melhor qualidade. Mas eles não viam assim, dado o mau hábito e dureza dos seus  corações.

Quando o paladar está corrompido o bom pode parecer mal devido o sabor. Foi o que aconteceu com aquele povo, habituado a comer temperos, como cebola e alho no Egito, e que não era necessário para aquele alimento, o qual tinha sabor de bolo de mel. Seus palatos estranharam.

Aquele alimento dado por Deus não era o melhor da terra, mas o melhor do céu, apesar de eles não verem assim.

O que seria o melhor desta terra, hoje?

Deus enumerou quais os alimentos o seu povo deve e pode comer, os quais estão em Dt. 14 e Lv. 11.

Mas quem não entende o propósito de Deus, continua a desejar e comer iguarias dos povos gentios, contrariando a vontade de Deus, e se maculando com coisas consideradas abomináveis por Deus.

Além de trigo, Deus prometeu introduzir o seu povo numa terra que também manava leite e mel; do que inferimos que são bons alimentos. Mas hoje o povo que se nomeia de povo de Deus prefere Coca-Cola e hambúrguer, satisfazendo assim o seu apetite desordenado e o seu desejo irrefreável.

A boa comida nem sempre é o que agrada ao paladar, embora esse seja o conceito de alguns.

Deus quer o melhor para o seu povo, e, este, o que deseja e lhe apetece, ainda que contrarie a Ele.
oliprest
Enviado por oliprest em 31/08/2014
Reeditado em 09/08/2015
Código do texto: T4944290
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
oliprest
Manaus - Amazonas - Brasil, 70 anos
3772 textos (355350 leituras)
333 áudios (5491 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 22:20)
oliprest

Site do Escritor
Rádio Poética